Vitrine » Estados Unidos

A maior pechincha da História: a inusitada compra do Alasca pelos EUA

Considerado um dos melhores negócios da História, o território foi negociado entre a Rússia e o governo americano por um valor inacreditável

Victória Gearini Publicado em 31/10/2020, às 16h30

Geleira no Alasca
Geleira no Alasca - Divulgação / Pixabay

Atualmente, a compra do Alasca pelos Estados Unidos, em 1867, é um dos melhores negócios da História. No entanto, na época, o então secretário de Estado, William Seward, foi alvo de críticas e piadas, pois acreditava que esta compra seria inútil e pouco — ou nada — rentável. Afinal, quem se deparava com o local na época, não imaginava como poderia ser útil. 

Utilizando recursos públicos, William Seward pagou na época cerca de US$ 7,2 milhões ao governo imperial russo. Segundo a BBC, a compra foi considerada extravagante e ficou conhecida como a "loucura de Seward". Hoje em dia sabe-se que o Alasca foi um dos negócios mais rentáveis para os Estados Unidos, na mesma medida que foi uma grande perda para a Rússia

William Seward, secretário de Estado norte-americano / Crédito: Wikimedia Commons

 

Negócio rentável 

A compra do Alasca pode ser considerada uma pechincha, se levado em conta a inflação dos dias atuais. Além disso, com este Estado foi adicionado ao território americano, mais de 1,5 milhão de quilômetros quadrados, ou seja, de maneira surpreendente o local equivale 150 vezes mais do que foi pago por ele em 1867. Mas como isso foi possível?

Considerado um dos maiores depósitos de recursos naturais, 20 anos após sua compra, foi instaurada na região uma corrida pelo ouro. Já no século 20, petroleiras se estabeleceram ao norte do Estado, proporcionando milhares de dólares para os Estados Unidos. 

Czar russo Alexandre II / Crédito: Wikimedia Commons

 

Com o passar dos anos, o Alasca representou uma verdadeira fonte de dinheiro, produzindo 400 vezes mais do que a Rússia ganhou quando concordou com a venda. Olhando do ponto de vista atual, a venda do território pelo czar Alexandre II representa um grande erro comercial e falha estratégica da Rússia.

Ponto estratégico 

Pensando nas guerras, a região do Alasca sempre foi considerada um ponto estratégico, sendo um dos principais motivos pelo qual a Rússia vendeu para os Estados Unidos. 

Na época, temiam que as ambições expansionistas do Reino Unido pudessem interferir no Império Russo. Isso porque, os britânicos eram considerados uma superpotência mundial. 

Paisagem do Alasca / Crédito: Divulgação / Pixabay

 

Já em 1945, com o fim da Segunda Guerra Mundial e o início da Guerra Fria, o Alasca se tornou um importante posto militar. Devido a sua localização privilegiada, permitia que o governo dos Estados Unidos tivesse tropas, radares e aviões rodeando o território russo. 

Vale ressaltar que esta não foi a única compra vantajosa feita pelos Estados Unidos. Em 1803, o governo norte-americano já havia adquirido áreas da França, que ficaram conhecidas como Louisiana. Correspondente hoje a 15 Estados, o território equivalia  2,1 milhões de quilômetros quadrados, sendo maior do que o próprio Alasca.


+Saiba mais sobre a história dos EUA por meio de obras disponíveis na Amazon Brasil.

Uma breve história dos Estados Unidos, de James West Davidson (2016) - https://amzn.to/31XwmCo

História dos Estados Unidos: das origens ao século XXI, de Leandro Karnal, Marcus Vinícius de Morais, Luiz Estevam Fernandes e Sean Purdy (2012) - https://amzn.to/3kV0be4

História Concisa dos Estados Unidos da América, de Susan-Mary Grant (2014) - https://amzn.to/2TCDDTJ

A história não contada dos EUA, de Peter Kuznick (2015) - https://amzn.to/3jK5Kuu

Estados Unidos: A formação da nação, de Leandro Karnal (2001) - https://amzn.to/2TDoscL

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W