Vitrine » Reino Unido

Após o acidente, Camilla Bowles temia ser a 'próxima' Diana

Em 2018, Sarah Whalen, autora da obra Royal Vengeance, revelou que a Duquesa de Cornualha ficou aterrorizada com o destino de Lady Di

Victória Gearini Publicado em 07/11/2020, às 10h00

Princesa Diana e Camilla durante uma corrida de cavalos
Princesa Diana e Camilla durante uma corrida de cavalos - Getty Images

Casada com o príncipe Charles desde 2005, Camilla Parker-Bowles acreditava que teria o mesmo fim trágico da princesa Diana. Em 2018, as desconfianças da Duquesa de Cornualha foram reveladas na obra Royal Vengeance (Vingança Real, em tradução livre), da escritora Sarah Whalen.

Camilla o conheceu durante uma partida de polo, em 1970. Logo o príncipe se encantou pela beleza e confiança da jovem. Em pouco tempo, a futura Duquesa de Cornualha passou a frequentar os apartamentos privados de Charles, mas sem esperanças de ser pedida em casamento, decidiu oficializar o matrimônio com o militar Andrew Bowles. 

Mais tarde, em 1981, o mundo presenciou o casamento real entre o filho da rainha Elizabeth com a princesa Diana. A convite do próprio noivo, Camilla compareceu à cerimônia acompanhada do marido, mas não levantou suspeitas sobre a sua relação com o herdeiro.

Era comum que a nobre e Lady Di se encontrassem em eventos casuais da realeza, principalmente nos jogos de polo em que o príncipe participava. No entanto, mais tarde, gravações telefônicas íntimas entre os amantes foram divulgadas pela imprensa, levantando suspeitas sobre um suposto relacionamento extraconjugal. 

Charles e Camilla durante um jogo de polo  em 1979 / Crédito: Getty Images

 

Segundo o livro Diana: Sua verdadeira história, do jornalista Andrew Morto, Diana teria a confrontado em 1989, durante o aniversário de 40 anos da irmã da futura duquesa — no qual a princesa não havia sido convidada. Entretanto, Lady Di apareceu de surpresa no evento, acompanhada do marido. Ainda de acordo com o escritor, ela e a suposta amante teriam discutido.

"Sei o que está acontecendo entre você e o Charles e quero você saiba disso", teria dito a princesa, segundo o autor. Camilla, por sua vez, teria respondido: "Você tem tudo que sempre quis, todos os homens do mundo são apaixonados por você, além de dois lindos filhos — o que mais você quer?".

De acordo com o jornalista, Lady Di teria retrucado a nobre: "Quero meu marido. Peço desculpas de alguma forma… deve ser o inferno para vocês dois. Mas eu sei o que está acontecendo, não me trate como uma idiota".

De nada adiantou o confronto, pois os rumores de traição permanceram até 1996, quando Charles e a princesa se divorciaram. Camilla, por sua vez, coincidência — ou não — já havia se divorciado de Bowles, no ano anterior.

Temores da duquesa

No dia 31 de agosto de 1997, o mundo presenciou a trágica morte de Diana, que veio falecer após um grave acidente automobilístico no túnel da Ponte de l'Alma, em Paris, na França. Na ocasião, a princesa estava acompanhada de Dodi Al-Fayed — herdeiro das lojas Harrods. Apontado como seu namorado, Al-Fayed e a princesa foram perseguidos por sete paparazzi, quando o carro capotou no túnel. 

Após a morte da Princesa do povo, o casal real planejou a sua primeira aparição pública, ocorrida em 1999. No entanto, somente em abril de 2005, os amantes selaram a união, casando-se em um castelo da família real, em Windsor. 

A duquesa, por sua vez, temia que tivesse o mesmo fim trágico da antecessora. Segundo a escritora Sarah Whalen, autora da obra Royal Vengeance, a nobre teria ficado “aterrorizada” com a morte da princesa. Em seu livro, Whalen apresenta, ainda, uma suposta conspiração que teria resultado na morte da princesa. 

Família real reunida / Crédito: Wikimedia Commons

 

Em uma entrevista ao jornal inglês Daily Star, em 2018, Sarah Whalen afirmou que Camilla temia ser a “próxima a morrer”. “Ela acreditava que a vida dela estava em perigo, assim como a Diana. Ela chegou a ouvir de amigos que deveria fugir”, disse a escritora ao Daily Star. 

De acordo com a autora, as revelações teriam sido feitas por amigos próximos da  Duquesa de Cornualha. No entanto, embora as preocupações e ressalvas da nobre, ela e o marido mantiveram a união. Já nos dias atuais, o casal demonstra possuir uma relação estável, sendo constantemente flagrada em eventos reais.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio de obras disponíveis na Amazon:

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

O Amor Da Princesa Diana, de Anna Pasternack (2018) - https://amzn.to/2xOZ8c9

A história do século XX, de Martin Gilbert (2017) - https://amzn.to/2yFZMcv

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7