Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Vitrine / Cultura

Charlotte, Emily e Anne: conheça a história das Irmãs Brontë

Responsáveis por alguns dos maiores clássicos da literatura inglesa, as irmãs Brontë viveram em uma época onde a literatura era proibida para as mulheres

Rafaela Bertolini, sob a supervisão de Isabella Bisordi Publicado em 13/05/2024, às 15h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Retrato das irmãs Brontë, feito por seu irmão, Branwell Brontë - Branwell Brontë / Domíno Público / Wikimedia Commons
Retrato das irmãs Brontë, feito por seu irmão, Branwell Brontë - Branwell Brontë / Domíno Público / Wikimedia Commons

Se você é um grande fã de literatura clássica, você com certeza já se deparou com títulos como "Jane Eyre", "O Morro dos Ventos Uivantes" e "A inquilina de Wildfell Hall". Mas você sabe o que esses grandes clássicos têm em comum? Todos eles foram escritos por uma mulher da família Brontë!

Nascidas na pequena aldeia de Thornton, no condado de West Yorkshire na Inglaterra, Charlotte, Emily e Anne Brontë faziam parte de uma família literária que atuou durante o século XIX. Situadas em uma época onde a literatura era proibida para mulheres, as três irmãs publicaram suas obras sob pseudônimos masculinos e somente mais tarde foram eternizadas na literatura inglesa.

A jornada literária

Desde pequenas, Charlotte, Emily e Anne viajavam para universos alternativos em suas brincadeiras, que contavam com a participação de seu irmão mais velho, Branwell. Foi através dessas pequenas aventuras de crianças que surgiram as inspirações para as irmãs criarem suas histórias. A primeira vez que as três trabalharam juntas foi em uma coletânea de poemas, que vendeu apenas dois exemplares.

Mesmo com o fracasso da coletânea, Charlotte Brontë persistiu na literatura e foi a primeira a publicar uma obra sob o pseudônimo de Currer Bell. Jane Eyre foi publicado em 1847 para contar a vida da autora de forma ficcional, onde a personagem principal vagava entre casas e famílias até encontrar um lugar para pertencer. Desde então, a crítica já considerava a obra polêmica e ousada por pregar a igualdade entre homens e mulheres.

Emily e Anne Brontë seguiram o exemplo da irmã ainda no mesmo ano, lançando O Morro dos Ventos Uivantes e Agnes Grey em uma edição única, tudo através dos pseudônimos Ellis e Acton Bell. As três obras tiveram um sucesso imediato, mas as Brontës ainda precisaram manter sua identidade em anonimato por um bom tempo. A inquilina de Wildfell Hall, grande romance de Anne, foi somente publicado em 1848 como sequência da primeira obra da autora. 


Morte precoce

No total, Charlotte escreveu 4 romances, além de outros 10 contos; Anne escreveu 2 romances; Emily escreveu apenas um romance antes de sua morte precoce, embora algumas cartas à sua editora indicassem que ela planejava escrever sua segunda obra.

As irmãs Brontë tiveram uma vida breve. Emily Brontë foi a primeira a morrer, em 1848, por decorrência da sua saúde precária causada pelo local insalubre onde morava, situação agravada por uma tuberculose. Anne faleceu um ano depois, também vítima da tuberculose, sendo que o luto por sua irmã também contribuiu para o declínio de sua saúde.

Charlotte, que por muito tempo sofreu com náuseas e desmaios frequentes, morreu em 1855 enquanto estava grávida. Sua certidão de óbito declarava que a causa da morte foi por tuberculose, mas muitos biógrafos acreditam que Charlotte morreu por conta da desidratação e subnutrição causadas pelos vômitos constantes e excessivos.


Obras publicadas

Se você deseja conhecer os grandes romances das irmãs Brontë, nós selecionamos 7 edições brasileiras das obras principais de Charlotte, Emily e Anne para você conhecer. Confira:

1. Jane Eyre, de Charlotte Brontë (2021) - https://amzn.to/3HenXhC

Crédito: Reprodução / Principis
Crédito: Reprodução / Principis

2. Shirley, de Charlotte Brontë (2017) - https://amzn.to/3kHKOdY

Crédito: Reprodução / Martin Claret
Crédito: Reprodução / Martin Claret

3. O professor, de Charlotte Brontë (2021) - https://amzn.to/3wz4zHq

Crédito: Reprodução / Principis
Crédito: Reprodução / Principis

4. Villette, de Charlotte Brontë (2016) - https://amzn.to/3Jh6LL6

Crédito: Reprodução / Martin Claret
Crédito: Reprodução / Martin Claret

5. O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Brontë (2020) - https://amzn.to/3XSPhZO 

Crédito: Reprodução / Darkside
Crédito: Reprodução / Darkside

6. Agnes Grey, de Anne Brontë (2020) - https://amzn.to/3Dkp2Do

Crédito: Reprodução / Martin Claret
Crédito: Reprodução / Martin Claret

7. A inquilina de Wildfell Hall, de Anne Brontë (2021) - https://amzn.to/3jbFFdN

Crédito: Reprodução / Principis
Crédito: Reprodução / Principis

+Adquira as obras citadas acima através da Amazon:

Jane Eyre, de Charlotte Brontë (2021) - https://amzn.to/3HenXhC

Shirley, de Charlotte Brontë (2017) - https://amzn.to/3kHKOdY

O professor, de Charlotte Brontë (2021) - https://amzn.to/3wz4zHq

Villette, de Charlotte Brontë (2016) - https://amzn.to/3Jh6LL6

O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Brontë (2020) -https://amzn.to/3XSPhZO

Agnes Grey, de Anne Brontë (2020) - https://amzn.to/3Dkp2Do

A inquilina de Wildfell Hall, de Anne Brontë (2021) - https://amzn.to/3jbFFdN

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W