Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Vitrine / Meio Ambiente

Desmatamento na Amazônia: Brasil um país das árvores e das águas

Com a maior floresta tropical e maior bacia de água doce do mundo, a floresta amazônica se vê em ameaças constantes com a volta do aumento do desmatamento desde 2019

Paulo Marinho Publicado em 18/02/2022, às 15h00

Floresta amazônica sofre aumento no desmatamento desde 2019 - Créditos: Reprodução / Pixabay
Floresta amazônica sofre aumento no desmatamento desde 2019 - Créditos: Reprodução / Pixabay

A maior floresta tropical do mundo é também o foco dos principais jornais do planeta quando o assunto é desmatamento não sustentável - fator causado exclusivamente por humanos. As áreas da floresta amazônica desmatadas, seja para construção de estradas ou pecuárias, são maiores que Portugal, Japão e Alemanha.

Os territórios abrangidos pela imensidão da floresta são: Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Venezuela e, em sua maior parte, o Brasil, país que contém mais de 60% das matas amazônicas. O país com a pior pontuação de reflorestamento é a Bolívia, onde a cada 16 árvores cortadas, apenas uma é replantada. O Brasil, por sua vez, aparece em quinto lugar na lista, atrás de seu vizinho latino, Malásia, Canadá e Indonésia. 

Os dados sobre desmatamento apontam uma diminuição da prática entre os anos de 2005 e julho de 2012. Em 2019, dados do Instituto Socioambiental (ISA) indicaram o aumento no desmatamento com a destruição de mais de 8.000 hectares de vegetação. A falta de proteção para esse ambiente natural afeta, não só a vida de plantas e animais, mas, a vida humana nos aspectos científicos, sociais e econômicos do país.

Créditos: Reprodução / Pixabay
Créditos: Reprodução / Pixabay

O DESMATAMENTO E SEUS IMPACTOS

Com imensa diversidade de animais e plantas, a Floresta Amazônica também é de extrema importância para o mantimento do ciclo da água e estabilidade climática. Todo esse movimento natural não é exclusivo apenas na região Norte do país, mas desloca o ar úmido para outras partes, incluindo o Sudeste, Sul e Centro-Oeste. 

Estudos publicados em 2000, por P.M. Cox, R.A. Betts, C.D. Jones, S.A. Spall e I.J. Totterdell, comprovam que o desmatamento proposital diminuiria significativamente as chuvas no mundo, e aumentaria drasticamente a temperatura no globo, afetando toda a forma de vida como conhecemos. O aumento de queimadas também tem preocupado ambientalistas e cientistas. A ação tem acelerado a formação de savana no Mato Grosso e no Pará.

Além de ser a maior floresta tropical da Terra, a Amazônia possui a maior bacia de água doce do mundo, que se encontra ameaçada pelo desmatamento, poluição, agricultura e a construção de hidrelétricas, que prejudicam os rios. 

ATUALMENTE

Apesar dos esforços para combater o aumento do desmatamento dos últimos anos, o Greenpeace Brasil fez um novo alerta sobre o recorde batido em janeiro, com mais de 400% na devastação, quando comparado com dezembro do último ano. O Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE), confirma que entre 1 e 31 de janeiro foram desmatados cerca de 430 km². 

Atualmente, o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC) conta com unidades de conservação no território amazônico. Com parques e reservas biológicas, os programas de proteção são, também, desenvolvidos por ONGs em parceria com o poder público e com as populações locais, que já possuem experiências no uso sustentável de recursos naturais. 


+Saiba mais sobre o desmatamento na floresta amazônica adquirindo livros sobre o assunto por meio da Amazon:

Amazônia: As Raízes da Destruição, de Ricardo Lessa (2019) - https://amzn.to/3JHkecd

Desmatamento e Queimadas na Amazônia, de Lilian Rose Lemos Rocha (2017) - https://amzn.to/3v0bEkL

Renascimento de Florestas: Regeneração na Era do Desmatamento, de Robin L. Chazdon (2016) - https://amzn.to/3gWLI15

Jornalismo Ambiental na Amazônia: As Fontes de Informação na Cobertura dos Desmatamentos no Jornal O Liberal do Pará, de Schirley Luft (2020) - https://amzn.to/3H7xAwM

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime - https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis - https://amzn.to/2yiDA7W