Vitrine » Literatura

5 obras de Machado de Assis que denunciavam a sociedade escravista

Por meio de uma linguagem irônica e sarcástica, o precurso do Realismo no Brasil abordava o racismo estrutural de sua época

Victória Gearini Publicado em 28/01/2020, às 19h00

Retrato de Machado de Assis
Retrato de Machado de Assis - Wikimedia Commons

1. Memórias Póstumas De Brás Cubas – Edição Exclusiva Amazon, de Machado de Assis (2019)

Crédito: Antofagica Editora 

 

Machado de Assis é um dos principais autores do Realismo no Brasil, e suas obras criticavam a sociedade escravocrata da época. Em Memórias Póstumas de Brás Cubas, é possível perceber isso no capítulo LXVIII, O Vergalho. O autor retrata a submissão de Prudêncio, ex-escravo de Brás Cubas, que ao ser flagrado agredindo outro homem negro, acata as ordens de seu antigo senhor. A intenção de Machado de Assis é mostrar como os reflexos da escravidão perduraram na vida dos negros.

2. Bons Dias!, de Machado de Assis (2008)

Crédito: Editora da Unicamp

 

Lançada após a promulgação da Lei Áurea e sob um pseudônimo, a crônica Abolição e Liberdade foi publicada na coluna Bons Dias!, de Machado de Assis. Na obra, o autor apresenta de forma sarcástica sua opinião sobre a abolição da escravidão no Brasil. Segundo o escritor, a carta de alforria foi ilusória, uma vez que os negros continuaram em condições de exploração e miséria.

3. Relíquias de Casa Velha, de Machado de Assis (2014) 

Crédito: LL Library

 

O conto Pai contra Mãe, presente na obra Relíquias de Casa Velha, retrata a perseguição de escravos foragidos, em que pessoas eram pagas para capturá-los. A trama se baseia na história de Cândido Neves que se vê desempregado e prestes a perder a guarda de seus filhos. Para arrumar dinheiro, começa a trabalhar capturando escravos. Nesta obra, o autor critica a forma como a sociedade tratar os negros e a desigualdade social.

4. Memorial De Aires, de Machado de Assis (2000)

Crédito: Escala 

 

Considerado um romance de caráter psicológico, o livro Memorial de Aires aborda temas polêmicos, como a sociedade racista e as conflituosas relações amorosas. Com caráter autobiográfico, a obra apresenta, ainda, a vida de um diplomata idoso e das pessoas que conheceu ao longo de sua trajetória.

5. Quincas Borba, de Machado de Assis (2015)

Crédito: Ateliê Editorial

 

Quincas Borba critica os costumes e a filosofia da época, além de ser uma paródia do cientificismo e evolucionismo. O romance, assim como os outros, aborda questões sociais da época, a partir das fictícias teorias Humanitistas do personagem principal, o filósofo Quincas Borba .


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras:

1. Memórias Póstumas De Brás Cubas – Edição Exclusiva Amazon, de Machado de Assis (2019) - https://amzn.to/2RAiUzF

2. Bons Dias!, de Machado de Assis (2008) - https://amzn.to/2uJ1x6t

3. Relíquias de Casa Velha, de Machado de Assis (2014) - https://amzn.to/38NrtwQ

4. Memorial De Aires, de Machado de Assis (2000) - https://amzn.to/2t40Nsf

5. Quincas Borba, de Machado de Assis (2015) - https://amzn.to/2vpv85j

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.