Vitrine » Literatura

Das tábuas de argila aos aplicativos: obra desmitifica conceitos da Astrologia

Considerado um dos maiores especialistas no Brasil, o astrólogo Waldemar Falcão explica a evolução deste ramo ao longo dos séculos

Victória Gearini Publicado em 05/02/2020, às 22h00

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

A obra A História da Astrologia para quem tem pressa – Das tábuas de argila há 4.000 anos aos apps, de Waldemar Falcão, apresenta de forma simples e didática a evolução da astrologia ao longo dos séculos.

Considerado um dos maiores especialistas brasileiros no assunto, Waldemar Falcão é também músico, astrólogo e escritor. Fundador do Sindicato dos Astrólogos do Rio de Janeiro (SINARJ) e da ONG Central Nacional de Astrologia, Falcão atua como profissional da área desde 1987.

[Colocar ALT]
Crédito: Editora Valentina

Publicada pela Editora Valentina, em 2019, a obra conta, em 200 páginas, a evolução deste ramo ao longo do tempo. O livro esclarece erros que são muito frequentes por leigos em mapas astrais, horóscopos, signos e tudo que envolve o tema.

“Até o século 17, o ensino da astrologia fazia parte da universidade, e ela era também amplamente utilizada por todos os profissionais da área de saúde na Europa. A posição da Lua e de todos os corpos celestes conhecidos era levada em alta consideração no tratamento dos doentes de todos os tipos”, explica o autor.

Segundo Falcão, a discriminação dos ensinos astrológicos se deu em 1666, quando o braço direito do rei Luís XIV, o ministro Colbert, proibiu que especialistas lecionassem astrologia, por considerar o tema sem embasamento científico. Para o escritor, esta mentalidade está mudando aos poucos e a sociedade está cada vez mais aceitando o ramo.

“Como nossos primeiros antepassados, mergulha no oceano de espelhamentos e ramificações entre o que está acima e o que está abaixo, e traz de volta suas pérolas de conhecimento, de um modo direto e claro”, disse a jornalista Ana Maria Bahiana, se referindo a Waldemar Falcão.

Por meio de 11 capítulos concisos, o especialista explica o conceito de Mapa Natal, os tipos de astrologia, as características de cada signo e os ciclos planetários. O autor aborda também a sinastria, ou seja, o estudo de mapas astrais e a relação com as sociedades empresariais, que oferecem dicas de aplicativos, sites, produtos, entre outros.

"Afinal, fala-se muito de horóscopos, signos e previsões, e pouco se sabe do cenário onde esse saber se desenvolveu e se transformou no que hoje nós entendemos por astrologia”, alegou a astróloga Claudia Lisboa.

Com mais 450 mil exemplares vendidos, a obra de Falcão contém, ainda, a apresentação da jornalista Ana Maria Bahiana e texto de orelha escrito pela astróloga Claudia Lisboa.


+Saiba mais sobre algumas obras da coleção "Para Quem Tem Pressa":

A História Da Astrologia Para Quem Tem Pressa, de Waldemar Falcão (2019) - https://amzn.to/3bi3lEG

A História do Mundo Para Quem Tem Pressa, de Emma Marriot (2015) - https://amzn.to/3bcfvi8

A História do Universo para quem tem pressa: Do Big Bang às mais recentes descobertas da astronomia! de Colin Stuart (2018) - https://amzn.to/2v6LGiB

A História da Ciência Para Quem Tem Pressa, de Nicola Chalton (2017) - https://amzn.to/38cwM9f

A história do Brasil para quem tem pressa: Dos bastidores do descobrimento à crise de 2015 em 200 páginas! de Marcos Costa (2016) - https://amzn.to/2tvqOAY

A história da mitologia para quem tem pressa: Do Olho de Hórus ao Minotauro, de Mark Daniels (2015) - https://amzn.to/2GYNjBy

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.