Vitrine » Personagem

Psicopatia, manipulações e comunismo: conheça "A Maldição de Stalin"

Obra do historiador Robert Gellately investiga a expansão comunista e revela aspectos psicológicos do ditador soviético

Victória Gearini Publicado em 03/03/2020, às 18h50

Stalin
Stalin - Getty Images

Durante a década de 30, Stalin se tornou um dos maiores ditadores comunistas da História. A partir de documentos secretos e arquivos confidenciais, o historiador Robert Gellately reuniu vestígios que fomentam a construção da União Soviética e moldam os principais conflitos do último século: Segunda Guerra Mundial e Guerra Fria. 

Lançada pela Editora Record, em 2017, a obra A Maldição De Stalin investiga a expansão comunista durante a Segunda Guerra e as consequências que eclodiram durante a Guerra Fria. A partir de uma investigação minuciosa, Robert Gellately analisa a influência polarizada entre as principais capitais globais da época: Washington e Moscou.

Segundo o historiador, os efeitos de Stalin possuem impacto direto para a construção da sociedade atual. Tal influência se dá pelo o fato do comunista ter conquistado um legado que, para muitos, também poder ser considerado uma maldição. 

Stalin / Crédito: Wikimedia Commons

 

Dividida em duas partes, a obra examina a consciência estratégica de Stalin a partir de seus avanços pela Europa. Em um primeiro momento, Gellately revela como o líder soviético manipulou Roosevelt e Churchill durante a Segunda Guerra, desmistificando historiadores revisionistas. Gellately mostra, ainda, como Stalin fez prevalecer seus objetivos estratégicos da divisão da Alemanha e, principalmente, sobre os rumos da Polônia. 

Já na segunda parte da obra, o historiador explica que Stalin manteve as relações democráticas restritas, ou seja, com a ilusão de liberdade. Para Gellately, o ditador se apropriou das características sociais, culturais e econômicas de cada nação que dominou. 

O autor também conclui que Stalin, ao longo dos anos, mostrou-se um psicopata, e acabou abandonando os princípios da Revolução Russa que estavam ligados à ideologia marxista-leninista. De acordo com o historiador, Stalin tinha apenas um propósito em mente: expandir o domínio soviético pelo o mundo. Tal fato eclodiu na famosa Guerra Fria — finalizada com a queda do Muro de Berlim, no dia 9 de novembro de 1989.


+Saiba mais sobre a obra e temas relacionados:

A Maldição De Stalin, de Robert Gellately (2017) - https://amzn.to/2PK9fVF

O último império: Os últimos dias da União Soviética, Serhii Plokhy (e-book) - https://amzn.to/2pRjTjz

História da União Soviética, Peter Kenez (2007) - https://amzn.to/2N6dpoE

Barbarossa. A Invasão da União Soviética Pela Alemanha Nazista em 1941, Will Fowler (2015) - https://amzn.to/2pVvlud

Stálin: Paradoxos do poder 1878-1928, Stephen Kotkin (e-book)  - https://amzn.to/2NbLcNw

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.