Vitrine » Idade Média

Quanto tempo durou a Guerra dos Cem Anos, retratada em 'O Último Duelo'?

Considerado um dos conflitos mais emblemáticos da Idade Média, o confronto durou mais do que se imagina

Redação Publicado em 12/01/2020, às 09h00 - Atualizado em 24/10/2021, às 09h15

Ator Matt Damon, em 'O Último Duelo' (2021)
Ator Matt Damon, em 'O Último Duelo' (2021) - Divulgação / 20th Century Studios

Ambientado durante o século 14, o mais novo filme "O Último Duelo", tem como pano de fundo a Guerra dos Cem Anos, que durou muito mais do que o senso comum imagina.

Em entrevista exclusiva ao site Aventuras na História, a historiadora Cristiane Coimbra revelou que o conflito foi travado pela França e Inglaterra. Na época, ambos reinos disputavam a coroa francesa.

Contexto histórico

O pontapé inicial da chamada Guerra dos Cem Anos foi a reivindicação da coroa francesa pelo rei Eduardo III, da Inglaterra. Havia, ainda, questões econômicas envolvidas no conflito, como a disputa pela região de Flandres — importante produtora de tecidos na época.

Pintura de uma das batalhas da Guerra dos Cem Anos / Crédito: Jean Froissart (1337-1410) / Domínio Público, via Wikimedia Commons

 

No início do conflito, a Inglaterra levou vantagem e seu exército chegou às imediações de Paris em 1346, quando já dominavam boa parte do norte da França, que enfrentava uma onda de revoltas camponesas.

Por outro lado, dado o cenário caótico da França, os nobres franceses estavam muito ocupados com os saques em seus castelos para reagir aos ataques do invasor estrangeiro.

Assim, a França aceitou, em 1360, a Paz de Bretigny. Por ela, Eduardo III renunciava à coroa francesa, mas a o país reconhecia o direito inglês aos territórios conquistados.
Os dois lados voltaram-se para seus problemas. Na Inglaterra, a sucessão de Eduardo III.

Os 116 anos de conflito

Na França, os irmãos do rei Carlos V, morto em 1380, brigavam para ver quem mandaria no país em nome de Carlos VI, declarado incapaz. Só em 1413, com a crise superada, o inglês Henrique V conseguiu tirar vantagem da discórdia entre os rivais e, apoiado pelo reino de Borgonha, ocupou Paris.

Em 1420, impôs o Tratado de Troyes, que garantia o trono francês a seu herdeiro. Aos poucos foi-se reacendendo o nacionalismo francês, personificado por Joana D’Arc, que inspirou milhares a lutar pela França.

Em 1429, após a tomada de Orleans, Carlos VII foi coroado rei. Em 1436, Paris foi libertada. A partir deste episódio, os ingleses foram sendo gradualmente derrotados, até serem definitivamente expulsos em 1453. Em geral, o conflito durou por 116 anos. 

Análise histórica

Em entrevista ao site Aventuras na História, a historiadora Cristiane Coimbra explicou que naquele período era comum confrontos por causa de coroas. 

Ator Matt Damon, interpretando Jean de Carrouges em 'O Último Duelo' (2021) / Crédito: Divulgação / 20th Century Studios

 

"Durante todo aquele período era muito comum a briga entre os nobres, entre os reis, por causa de terras, por disputa de poder e por jogo político", explicou a historiadora.

De acordo com Coimbra, quando o último duelo retrado no filme acontece, a Guerra dos Cem Anos já estava em andamento há décadas.

O cavaleiro Jean de Carrouges, interpretado por Matt Damon, por exemplo, lutou em nome da França e contra a Inglaterra. 

O conflito foi responsável, ainda, por grandes mudanças políticas na França, como o fortalecimento da monarquia francesa.

"A Guerra dos Cem Anos é marcada por moldes medievais. Isto é, de alianças políticas e brigas familiares", concluiu.

+Saiba mais sobre a Idade Média por meio de obras disponíveis na Amazon:

O Último Duelo, de Eric Jager (2021) - https://amzn.to/3AZOOZP

A Guerra dos Cem Anos: A história da guerra mais famosa da Idade Média na Europa, de Charles River Editors (2018) - https://amzn.to/2XCGjX1

Idade Média: O que Não nos Ensinaram, de Régine Pernoud (2016) - https://amzn.to/2RtmFWV

Homens e mulheres da Idade Média, de Jacques Le Goff (2014) - https://amzn.to/2JXWK5O

História medieval, de Marcelo Candido da Silva (2019) - https://amzn.to/3b23lbh

A Idade Média. Nascimento do Ocidente, de Hilario Franco Jr. (2001) - https://amzn.to/2Vix1u1

História da Educação na Idade Média, de Ruy Afonso da Costa Nunes (2018) - https://amzn.to/3b23mMn

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W