Vitrine » Personagem

De infância turbulenta a escritos perdidos: 5 fatos sobre Lord Byron

Considerado um dos poetas britânicos mais influentes do seu período, o escritor ganhou fama e popularidade ao longo de sua vida

Victória Gearini | @victoriagearini Publicado em 02/11/2021, às 13h30

Lord Byron, o poeta britânico
Lord Byron, o poeta britânico - Domínio Público, via Wikimedia Commons

Nascido em 1788, na Inglaterra, Lord Byron é considerado um dos poetas britânicos mais influentes do romantismo. Também conhecido como o 6º Barão Byron, o escritor é autor de grandes obras, como: "Don Juan", "A Peregrinação de Childe Harold" e o "She Walks in Beauty".

Já a sua vida pessoal, também foi amplamente comentada na época — e ainda hoje. Entre escândalos sexuais, o poeta teve intensos relacionamentos amorosos ao longo de sua vida. 

Pensando na ilustre trajetória de Byron, o site Aventuras na História selecionou 5 fatos sobre o poeta britânico que marcou o romantismo.

Confira abaixo.

1. Infância conturbada

Retrato do poeta romancista Lord Byron / Crédito: Thomas Phillips (1770-1845) / Domínio Público, via Wikimedia Commons

 

Filho do capitão John Byron e de Catherine Gordon, George Gordon Byron —  futuramente Lord Byron — teve uma infância extremamente difícil. Ainda criança, constantemente apanhava de sua mãe, que após os momentos de surtos, voltava a mimá-lo. Além disso, foi abusado sexualmente pela governanta de sua casa, por volta dos nove anos de idade.


2. Relacionamentos amorosos

Ao longo de sua vida, Byron se envolveu com vários homens e mulheres. Estima-se, ainda, que o rapaz tenha se relacionado com mais de 250 mulheres, entre elas a sua própria prima. Além disso, o poeta chegou a ter uma filha com Claire Clairmont, meia-irmã de Mary Shelley, a autora do clássico Frankenstein.


3. Crânio humano

Na época, a fama e a popularidade do poeta renderam algumas especualações sobre a sua vida pessoal, ultrapassando as fronteiras da Literatura. Naquele período, por exemplo, era comum alguns romancistas utilizarem crânio humano como taça de vinho. Portanto, acreditavam que Byron também tinha esse hábito.


4. O Vampiro

Poeta Lord Byron / Crédito: Thomas Phillips (1770-1845) / Domínio Público, via Wikimedia Commons

 

Durante uma noite de tempestade, o clássico O Vampiro foi criado, por John Polidori. Inspirada em Byron, a história foi atribuída ao poeta britânico, que chegou a publicar o texto no New Monthly Magazine. Mais tarde, o autor de "Don Juan" tentou reparar o erro, publicando sua própria história sobre vampiros. Contudo, não foi o suficiente. Polidori sofria de depressão e em 1821 tirou a sua própria vida.


5. Guerra de Independência da Grécia

Por volta do ano de 1824, o poeta deixou os livros de lado para lutar na Guerra de Independência da Grécia. Durante o conflito, ele acabou vindo a óbito. Após sua morte, seus escritos foram achados, mas temendo que pudessem "manchar" a sua reputação, companheiros do poeta atearam fogo nos textos, sendo alguns deles perdidos para sempre.


+Saiba mais sobre Lord Byron, por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Poemas, de Lord Byron (2008) - https://amzn.to/34rH9on

Lord Byron: The Major Works (Edição Inglês), de Lord Byron (2016) - https://amzn.to/2xXVQDC

Don Juan (Edição Inglês), de Lord Byron (2016) - https://amzn.to/2URSJG1

As trevas e outros poemas, de Lord Byron (2014) - https://amzn.to/2Roelb3

Byron: Poems (Edição Inglês), de Lord Byron (1994) - https://amzn.to/2woIakB

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W