Vitrine » Crimes

O que aconteceu com a família Manson após o brutal assassinato de Sharon Tate?

O crime escandalizou Hollywood e até hoje é lembrado pelo requinte de crueldade

Victória Gearini Publicado em 09/08/2020, às 00h00

Atriz Sharon Tate e Charles Manson, líder da Família Manson
Atriz Sharon Tate e Charles Manson, líder da Família Manson - Creative Commons

Em 9 de agosto de 1969, o assassinato da atriz Sharon Tate e do casal LaBianca escandalizou Hollywood. As vítimas foram brutalmente assassinadas pelos seguidores de Charles Manson que se auto intitulavam Família Manson. Considerado um dos maiores crimes hediondos da História, ainda hoje, o caso é lembrado ao redor do mundo.  

O crime 

Pouco mais da meia-noite, do fatídico dia 9 de agosto de 1969, Sharon Tate, que estava grávida de seu primeiro filho, foi surpreendida por um homem e três mulheres. Quando chegaram à sua residência, a promissora atriz, e seus amigos encontraram Tex Watson, Susan Atkins, Linda Kasabian e Patricia Krenwinkel, membros da insólita Família Manson. 

No início da madrugada, os assassinos cortaram os fios de telefone e pularam o portão. Steven Parent foi a primeira vítima, na ocasião o comerciante tentava vender um rádio-relógio ao caseiro, mas foi surpreendido pelos criminosos. 

A atriz Sharon Tate / Crédito: Wikimedia Commons

 

Logo depois, Tate foi esfaqueada pela representante de Manson, Susan Atkins. As demais vítimas foram brutalmente assassinadas a facadas e tiros. A sala da residência ficou repleta de sangue, tornando-se um verdadeiro cenário de filme de terror. 

A fuga após o crime

Charles Manson foi o criador da Família Manson, considerado uma espécie de guru que  influenciou dezenas de pessoas a partir de suas ideias apocalípticas de guerra racial. Detentor de uma notável psicopatia, o criminoso convenceu diversas pessoas a cometerem assassinatos com o máximo de requinte de crueldade possível. 

A Família Manson tinha o costume de se encontrar no rancho Spahn Ranch, na Califórnia, palco de orgias, drogas e planejamento dos crimes. Após o brutal assassinato de Sharon Tate, Charles e seus seguidores partiram em direção ao deserto. Alguns membros foram presos durante uma batida por roubo de carro. 

Charles Manson / Crédito: Getty Images

 

Após ser denunciado pelos seus seguidores, Manson foi capturado pela autoridades e se entregou sem qualquer resistência. Susan Atkins, por sua vez, confessou a uma colega de cela que entrou em êxtase sexual ao esfaquear Sharon Tate. 

O julgamento

Charles Manson transformou o julgamento em um verdadeiro circo mídiatico. Após um longo processo, o líder maníaco e seis de seus seguidores, foram condenados à morte. Entretanto, no ano seguinte, a pena de morte foi abolida da Califórnia, portanto, todos os réus foram condenados à prisão perpétua. 

Atkins e Manson morreram dentro da prisão, já os demais seguidores permanecem presos. No entanto, ainda hoje, recorrem à liberdade condicional, que fortemente é negada pela justiça dos Estados Unidos.


+Saiba mais sobre serial killers por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W