Vitrine » Personagem

O que aconteceu com Rosa Nienau, a jovem judia amiga de Hitler

A insólita amizade surgiu durante a primavera de 1933, mas foi abruptamente interrompida

Victória Gearini Publicado em 08/08/2020, às 07h41

Rosa Nienau ao lado de Hitler
Rosa Nienau ao lado de Hitler - Divulgação / Alexander Historical Auctions

O líder nazista Adolf Hitler foi o responsável pela morte de mais 6 milhões de judeus em todo o mundo durante a Segunda Guerra Mundial. No entanto, o que poucas pessoas sabem, é da amizade insólita do brutal ditador com uma garotinha de ascendência judaica. 

A insólita amizade

Rosa Bernile Nienau era filha única de mãe solo. Seu pai havia falecido pouco antes dela nascer, e foi criada pela sua mãe enfermeira, filha de uma judia. 

Durante a primavera de 1933 na Berghof, Rosa Bernile Nienau viajou com a sua mãe de Munique até a residência que o ditador tinha nos Alpes bávaros, na Alemanha. “A menina do Führer”, como ficou conhecida, tinha apenas seis anos quando conheceu Hitler.

Na ocasião, a garotinha de ascendência judaica viajou à residência de Führer para comemorar o aniversário do ditador, que assim que soube que Rosa fazia aniversário no mesmo dia que ele, pediu para conhecê-la pessoalmente. 

Publicidade 

Era comum o fotógrafo pessoal do ditador, Heinrich Hoffmann, fotografá-lo ao lado de crianças para vender a ideia que Hitler era um líder carismático, próximo e carinhoso. Em 2018, uma imagem em branco e preto de Rosa e Hitler foi leiloada em Maryland, Estados Unidos, por 11.520 dólares — cerca de 43.600 reais.

A imagem autografada por Hitler, sob o título “A querida e apreciada Rosa Nienau e Adolf Hitler, Munique, 16 de junho de 1933”, foi capturada por Heinrich Hoffmann e leiloada na Alexander Historical Auctions.

Nos anos seguintes, Rosa e Hitler trocaram diversas cartas, além de posarem para campanhas publicitárias. Entretanto, cinco anos depois, a cúpula nazista descobriu que a jovem era de origem judia e imediatamente forçou o fim da amizade. 

O fim da amizade 

Segundo os Arquivos Federais Alemães (Bundesarchive), entre 1935 e 1938, Rosa escreveu 17 cartas ao seu “querido tio Hitler” e ao chefe de ajudantes nazistas, Wilhelm Brückner. De acordo com os documentos, Hitler logo soube sobre a origem de Rosa, mas seja por motivos pessoais ou publicitários, não rompeu o vínculo com a pequena judia. 

“Estimado tio Brückner! Hoje eu tenho muito a te dizer. Quando Durante as férias estivemos em Obersalzberg e me deixaram ver o querido tio Hitler duas vezes! Infelizmente, você nunca estava acordado”, escreveu Rosa em uma das missivas disponibilizadas pelos Arquivos Federais Alemães. 

No entanto, a amizade chegou ao fim quando o secretário particular de Hitler, Martin Bormann, soube da herança genética de Rosa. O oficial nazista ordenou que fosse proibido o acesso da garota e de sua mãe na casa de Führer. 

Bormann ordenou, ainda, que Hoffmann não utilizasse mais imagens de Rosa nas propagandas. Segundo o escritor James Wilson, autor da obra Hitler's Alpine Headquarters (O Quartel-general Alpino de Hitler, em tradução livre), de 2014, Hitler não aceitou de forma amigável as ordens de Bormann. 

“Hitler ficou tão enfurecido por terem denunciado sua pequena amiga que lhe disse [a Hoffmann]: ‘Existem pessoas que têm verdadeiro talento para arruinar minha alegria’”, escreveu James Wilson em seu livro. 

Rosa Bernile, por sua vez, veio a falecer em 5 de outubro de 1943, aos 17 anos, em decorrência de pólio, no Hospital Schwabing. De acordo com pesquisas posteriores, a jovem judia estudou desenho técnico durante a adolescência, sendo uma de suas primeiras obras de arte inspirada em sua fotografia com Hitler.


+Saiba mais sobre Hitler por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Hitler, de Ian Kershaw (2010) - https://amzn.to/2VfP7ga

O jovem Hitler: Os anos de formação do Führer, de Paul Ham (2020) - https://amzn.to/34qJb88

Minha Luta Contra Hitler, de Dietrich Von Hildebrand (2020) - https://amzn.to/3b1Kkpk

A mente de Adolf Hitler, de Walter C. Langer (2018) - https://amzn.to/2ySuHlV

Os fornos de Hitler: A história de uma sobrevivente de Auschwitz, de Olga Lengyel (2018) - https://amzn.to/3efDr5A

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W