Vitrine » Entretenimento

O triste fato real que antecipou o fim de Todo Mundo Odeia o Chris

Baseada na história real do comediante Chris Rock, a famosa série intriga os fãs até os dias atuais

Victória Gearini Publicado em 13/07/2020, às 18h49

Imagem promocional da série Todo Mundo Odeia o Chris
Imagem promocional da série Todo Mundo Odeia o Chris - Divulgação/ CBS Television Distribution

Considerada uma das séries de comédia da TV mais queridas entre os telespectadores, Todo Mundo Odeia o Chris foi baseada na juventude real de Chris Rock. Ao longo de quatro temporadas, o público acompanhou a infância e adolescência do astro, no entanto, o último episódio terminou de uma forma inesperada e sem explicação. 

No capítulo final, que foi chamado de Todo Mundo Odeia o Supletivo, o protagonista, seus irmãos e mãe interpretam a música Livin' on a Prayer, de Bon Jovi, enquanto esperam Julius chegar a lanchonete na qual se encontram. 

Na ocasião, a família espera Julius, pai de Chris, chegar com o resultado o teste responsável por determinar se o protagonista entrará ou não na universidade. Antes de o patriarca chegar no estabelecimento, um desconhecido entra no local, troca olhares com Chris e posteriormente vai embora. 

Capa da série Todo Mundo Odeia o Chris / Crédito: Divulgação/ CBS Television Distribution

 

Julius, por sua vez, chega à lanchonete, mas quando é questionado pelo filho sobre o resultado do teste, sobem os créditos e o episódio termina sem explicação. O que muitas pessoas não sabem é que se trata de uma homenagem ao seriado Família Soprano. A cena final de Todo Mundo Odeia o Chris é idêntica a da série mafiosa. No entanto, os diretores pensaram em poupar os telespectadores da trágica cena final. 

Em Família Soprano, Tony Soprano e a sua família estão reunidos em um restaurante, quando o chefão da Máfia é assassinado. É possível reparar, ainda, outras referências à produções cinematográficas sobre a máfia. Os colégios onde Chris estudou, Corleone e Tattaglia, por exemplo, são sobrenomes das famílias presentes na trilogia O Poderoso Chefão. 

O trágico fato que antecipou o final  

No entanto, o que poucos podem ter reparado é que o último episódio se passa em 1987, isto é, um ano antes de Julius Rock, personagem que inspirou o pai de Chris, falecer após uma cirurgia de úlcera. Tanto Chris Rock quanto os produtores da série optaram em não mostrar este triste fato, encerrando a história com uma referência a Família Soprano. 

Chris Rock (com jaqueta preta), ao lado de seus irmãos e mãe / Crédito: Arquivo Pessoal / Divulgação ABC

 

Como a trama é baseada na vida real de Chris Rock, é fácil compreender que o protagonista não passou no teste para entrar na faculdade. Em entrevista ao site TV Guide, o ator que interpretou Julius, Terry Crews afirmou que Chris Rock não concluiu o ensino médio e aos 18 anos tornou-se comediante. 

A série chegaria ao final quando Chris se tornasse um comediante de sucesso, no entanto, com a morte de Julius Rock, optaram em não mostrar tal fato, deixando o final em aberto. 

Praticamente todas as dúvidas do último episódio foram respondidas, mas afinal, quem era o homem que entrou na lanchonete e encarou Chris? Para a surpresa de todos, não é ninguém menos que Lev L. Spiro, o diretor de Todo Mundo Odeia o Chris. 

Esta participação mais do que especial, representa o agente que enxergou o potencial de Chris Rock para a comédia e que mais tarde o levou para Nova York, onde conseguiu fama e prestígio. Posteriormente, o verdadeiro Chris entrou para o Saturday Night Live, onde estrelou quatro shows especiais para a HBO. Mais tarde, atuou em diversas produções de Hollywood, entre elas o próprio seriado baseado em sua vida.


+ Saiba mais sobre o tema através de grandes obras disponíveis na Amazon:

O Melhor de Todo Mundo Odeia o Chris - Volume 1 (DVD) - https://amzn.to/300Jg0H

O Melhor de Todo Mundo Odeia O Chris - Volume 2 (DVD) - https://amzn.to/326eJB6

TV (The Book): Two Experts Pick the Greatest American Shows of All Time (Edição Inglês), de Alan Sepinwall (2016) - https://amzn.to/2W4IsXe

1001 séries de TV para assistir antes de morrer, de Paul Condon (2017) - https://amzn.to/2ANq0Lr

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W