Vitrine » Cultura

Obra conta a trajetória da agente Nancy Wake durante a Segunda Guerra Mundial

Libertação, de Imogen Kealey explica como a combatente confrontou o regime nazista

Victória Gearini Publicado em 21/10/2020, às 11h17

Editora Planeta, combatente da Segunda Guerra Mundial
Editora Planeta, combatente da Segunda Guerra Mundial - Wikimedia Commons

No final da Segunda Guerra Mundial, Nancy Wake (1912-2011), com ajuda dos Aliados, atuou como mensageira da Resistência Francesa. Em 1943, tornou-se a pessoa mais procurada pela Gestapo, e um ano mais tarde passou a servir como agente britânica da Special Operations Executive (SOE). 

[Colocar ALT]
Libertação, de Imogen Kealey (2020) / Crédito: Divulgação / Editora Planeta

Considerada a mulher mais condecorada da guerra a serviço dos Aliados, a cabeça de Wake valia cerca de 5 milhões de francos. Entre abril de 1944 até a libertação da França, cerca de 7 mil soldados de Wake lutaram contra 22 mil soldados da SS. Entretanto, o exército de Wake sofreu apenas 100 baixas, enquanto causou mais de 1.400 baixas contra os nazistas.

Durante a guerra, os Aliados consideravam Wake fundamental em operações especiais, devido a sua força e por ser destemida. Além do seu tempo, a combatente foi duramente perseguida pela polícia secreta nazista, a Gestapo, que a considerou inimiga do regime nazifascista.   

Recém lançada pela Editora Planeta, a obraLibertação, de Imogen Kealey, resgata a emocionante história da mulher que foi capaz de confrontar o regime nazista e mudar os rumos da guerra. Considerada uma lenda, neste fascinante livro, Wake terá que salvar a vida do homem que ama, enquanto planeja uma missão. 

Disponível na Amazon em formato Kindle e capa comum, esta obra conta pela primeira vez a trajetória da mulher que se vingou de todos aqueles que ousaram desafiá-la. 

Confira abaixo um trecho de Libertação, de Imogen Kealey (2020): 

"Foi uma má ideia. Uma péssima ideia. Droga. 

Nancy fechou os olhos por um instante enquanto se agachava atrás dos escombros de uma parede detonada e respirava fundo. O cheiro dos prédios em chamas estava arranhando o fundo de sua garganta, a fumaça fazia seus olhos arderem e, espremida no estreito esconderijo, começava a sentir cãibra. Já podia ouvir nitidamente as vozes da patrulha alemã que se aproximava. 

— Auf der linken Seite. — Do lado esquerdo. 

A parede atrás da qual se escondia havia sido parte de uma casa no dia anterior, de um lar. Apenas uma entre os milhares de moradas estreitas daquela região de Marselha, onde os habitantes menos respeitáveis da cidade haviam, por anos, levado a vida à base de brigas, vigarices e barganhas, dia após dia".


+Saiba mais sobre esta e outras obras sobre a Segunda Guerra Mundial:

Libertação, de Imogen Kealey (2020) - https://amzn.to/3m9UcTa

Box Memórias da Segunda Guerra Mundial, de Winston Churchill (2019) - https://amzn.to/2JWtKex

A Segunda Guerra Mundial, de Antony Beevor (2015) - https://amzn.to/2Rr2xFa

A Segunda Guerra Mundial: Os 2.174 dias que mudaram o mundo, de Martin Gilbert (2014) - https://amzn.to/34DnO3T

Os mitos da Segunda Guerra Mundial, de Vários Autores (2020) - https://amzn.to/2VdiMXa

Continente selvagem: O caos na Europa depois da Segunda Guerra Mundial, de Keith Lowe (2017) - https://amzn.to/2RqF32D

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W