Vitrine » Cultura

Obra-prima de Kant é relançada no Brasil em edição traduzida direto do clássico original

Publicado originalmente em 1781, o livro Crítica da Razão Pura é considerado a base da Teoria do Conhecimento

Victória Gearini Publicado em 26/08/2020, às 09h44

Immanuel Kant, o filósofo
Immanuel Kant, o filósofo - Wikimedia Commons

Immanuel Kant (1724-1804) foi o último grande filósofo dos princípios da era moderna. De origem prussiana, o pesquisador estudou filosofia, física e matemática na Universidade de Königsberg, onde lecionou, ainda, ciências naturais. Conhecido pela elaboração do idealismo transcendental, Kant se consagrou na área devido às suas proposições sobre a filosofia moral e sobre a formação do sistema solar. 

Ao longo de sua vida, o filósofo dedicou-se ao estudo da ciência, publicando em 1781 o livro Crítica da Razão Pura, em que retrata a teoria do conhecimento. Considerada a sua principal obra, o pesquisador revolucionou o pensamento científico da época e, até hoje, influencia grande parte da filosofia moderna. 

Recém-lançada no Brasil pelo Grupo Editorial Edipro, a edição inédita de Crítica da Razão Pura apresenta uma nova tradução feita por Edson Bini, com textos complementares, notas e numeração referencial da Academia de Ciências, conforme a edição original alemã.  

[Colocar ALT]
Obra Crítica da razão pura, de Immanuel Kant (2020) / Crédito: Divulgação / Grupo Editorial Edipro

Ao traçar um afastamento radical das concepções precedentes, Kant entrelaça o perfil das fronteiras do conhecimento humano, de tal modo que este clássico influencia, consequentemente, os demais movimentos filosóficos posteriores. Além disso, o filósofo explica que o conhecimento é imprescindivelmente empírico e racional, criando as bases para a Teoria do Conhecimento como disciplina filosófica.

Crítica da Razão Pura trata-se, portanto, de uma obra-prima, em que Kant busca evitar o dogmatismo sem cair no relativismo. Considerado um dos livros mais conceituados da área do conhecimento, a obra é uma leitura obrigatória para todas pessoas que desejam compreender a profundidade da liberdade de pensamento.  

Confira um trecho de Crítica da Razão Pura (2020) disponível na Amazon: 

"[...] ainda que a prova cosmológica tenha como fundamento uma experiência em geral, não é ela empreendida com base em alguma constituição particular da experiência, mas com base em princípios puros da razão relativamente a uma existência que é dada pela consciência empírica em geral, e mesmo esse início é uma ocasião para se apoiar em meros conceitos puros. Ora, o que nessas provas transcendentais é a causa da ilusão dialética, mas natural, que associa os conceitos de necessidade e realidade suprema e realiza e hipostasia o que só pode ser ideia?"


+Saiba mais sobre esta e outras obras de Immanuel Kant disponíveis na Amazon:

Crítica da razão pura, de Immanuel Kant (2020) - https://amzn.to/3aWn2So

Metafísica dos costumes, de Immanuel Kant (2013) - https://amzn.to/2Qq7q0b

Fundamentação da Metafísica dos Costumes, de Immanuel Kant (2009) - https://amzn.to/31utcWU

Immanuel Kant: Conceitos fundamentais, de Will Dudley e Kristina Engelhard (2020) - https://amzn.to/3hqmkiR

A Paz Perpétua: Um projeto filosófico, de Immanuel Kant (2020) - https://amzn.to/31utEo4

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W