Vitrine » Literatura

Os Lusíadas: edição inédita do clássico de Luís de Camões é lançada no Brasil

Organizado por Alexei Bueno, Os Lusíadas conta com 1.200 notas de esclarecimento e ilustrações

Victória Gearini Publicado em 28/10/2020, às 11h18

Escritor Luís de Camões
Escritor Luís de Camões - Wikimedia Commons

Considerada uma das obras mais importantes da literatura ocidental, Os Lusíadas, de Luís de Camões, retrata a saga das navegações portuguesas que culminaram na descoberta do caminho marítimo para as Índias. Publicado originalmente em 1572, este livro cria e codifica, ainda, o português literário moderno.

[Colocar ALT]
Os Lusíadas, de Luís de Camões (2020) / Crédito: Divulgação / Nova Fronteira

Lançada em setembro deste ano, a edição da Nova Fronteira foi realizada pelo poeta Alexei Bueno. O box contém 1.200 notas que esclarecem relatos mitológicos, linguísticos e históricos, de forma que não altera o ritmo da leitura. Por meio de uma análise minuciosa, Bueno apresenta uma ortografia moderna.

Outro diferencial desta edição publicada pela Nova Fronteira é um apêndice com estrofes omitidas por Camões. Os trechos desprezados pelo autor foram descobertos no século 17 e reproduzidos no Brasil pela primeira vez nesta edição.

O box encontra-se disponível na Amazon, em formato Kindle e livro físico. A obra em capa dura conta, ainda, com inúmeras ilustrações belíssimas, que complementam a narrativa de Luís de Camões.

Detalhes da obra Os Lusíadas (2020) / Crédito: Divulgação / Nova Fronteira

 

Confira abaixo um trecho de Os Lusíadas (2020):

“Do alvorecer do século XV, enquanto França Inglaterra se refaziam da Guerra dos Cem Anos; enquanto a Espanha se dedicava à Reconquista, e boa parte da Europa, saindo do feudalismo, ainda não atingira uma unidade nacional, Portugal, no ponto mais ao ocidente do mundo conhecido, dirigia todos os seus esforços de nação unificada para a expansão comercial marítima, a descoberta de novas rotas e produtos novos, fundando assim, através de uma série de façanhas náuticas e militares, o seu vasto império comercial e mercantil, consequência terrena do pretexto sagrado de guerra aos infiéis e expansão da fé.

Fundiram-se assim, num desses raros momentos em que se dividem as águas da história, o ideal cavalheiresco e religioso medieval, tão importante ao surgimento do Estado português, feito por vias de reconquista, com a curiosidade empírica e científica, já da Renascença, de todo o processo das Grandes Navegações. A pesquisa científica direta, o reordenamento de todo o conhecimento astronômico, náutico, matemático, geográfico, linguístico, causa e consequência da epopeia expansionista, casava-se, desse modo, com o ideal heroico antigo e medieval, união das virtudes bélicas do Herói pagão clássico com o ideal superior do mártir cristão, além do cavalheirismo galante, típico do medievo”.


+Saiba mais sobre esta e outras obras de Luís de Camões, disponíveis na Amazon:

Os Lusíadas, de Luís de Camões (2020) - https://amzn.to/37ISrbA

Sonetos de Camões, de Luís de Camões (2016) - https://amzn.to/34CGwu2

Para Tão Longo Amor Tão Curta a Vida, de Luís de Camões (2015) - https://amzn.to/37NUtqT

20 Sonetos, de Luís de Camões (2018) - https://amzn.to/31OzqAP

200 sonetos, de Luís de Camões (1998) - https://amzn.to/3e5U2cC

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W