Vitrine » Personagem

Up da vida real: Larry Walters, o homem que inventou a "cadeira voadora"

Por meio de 45 balões meteorológicos, Larry construiu um dirigível caseiro para realizar seu sonho de infância

Victória Gearini Publicado em 11/07/2020, às 13h56

Dirigível caseiro inventado por Larry Walters
Dirigível caseiro inventado por Larry Walters - Wikimedia Commons

Com uma altitude de mais de 4.600 m (15.000 pés), no dia 2 de julho de 1982, Larry Walters fez um voo de aproximadamente 45 minutos em um dirigível caseiro. A aeronave, feita de 45 balões meteorológicos repletos de hélio, flutuou de San Pedro, na Califórnia, até o Aeroporto Internacional de Los Angeles. Posteriormente, a experiência deixou um grande legado.

O voo 

Lawrence Richard, mais conhecido como Larry Walters, tentou se alistar no exército como piloto da Força Aérea dos Estados Unidos, mas por causa da sua visão limitada, o inventor teve que desistir de seu sonho. No entanto, o desejo de voar sempre falou mais alto, até que teve a inusitada ideia de montar seu próprio dirigível caseiro.

Aos 13 anos, pensou pela primeira vez em utilizar balões meteorológicos para voar. Com a rejeição do exército, em 1982, decidiu colocar sua ideia inicial em prática. O objetivo era flutuar sobre o deserto de Mojave e, para forçar o pouso, pensou em utilizar uma pistola de chumbo para estourar alguns balões. 

Larry Walters, inventor da "cadeira voadora" / Crédito: Divulgação / Youtube / CatalibanesBlog

 

Animado com a ideia, Walters e sua namorada, Carol Van Deusen, compraram cerca de 45 balões meteorológicos e tanques de hélio. Para obter os materiais, o casal alegou que os balões seriam utilizados em um comercial da televisão. No dia 2 de julho daquele mesmo ano, o rapaz colocou seu plano em ação. 

Na ocasião, Walters estava em contato com o REACT, uma organização de monitoramento de rádio da banda de cidadãos. O rapaz os avisou que estava sobrevoando espaço aéreo federal sem autorização, e se caso algo desse errado, precisariam enviar uma equipe de resgate.  

Após 45 minutos sobrevoando, Walters decidiu pousar o dirigível em uma área segura. No entanto, depois de disparar contra vários balões, acidentalmente derrubou a pistola no mar. Para piorar a situação, alguns cabos dos balões ficaram presos em uma linha de energia que quebrou, causando um apagão na cidade durante 20 minutos.

Walters conseguiu aterrisar em segurança, sem sofrer nenhum arranhão, mas logo foi surpreendido e preso pelo Departamento de Polícia de Long Beach. Inicialmente, o piloto inexperiente foi multado em US$ 4.000 por violações ao abrigo do Regulamento Federal de Aviação dos Estados Unidos. No entanto, após recorrer na Justiça, conseguiu reduzir a quantia para US$ 1.500. 

A fama

Nos dias que se seguiram, o caso foi amplamente noticiado pela mídia. Na época, Walters afirmou que todo o seu esforço valeu a pena, pois voar era seu sonho desde criança e ele esperou 20 anos para realizá-lo. Cerca de 10 dias após o voo, o rapaz apareceu no Late Night com David Letterman e foi requisitado como palestrante motivacional. Posteriormente, abandonou seu emprego como motorista de caminhão e se tornou destaque em um anúncio impresso da Timex. 

Larry Walters voando com balões meteorológicos / Crédito: Divulgação / Youtube / CatalibanesBlog

 

Anos mais tarde, Walters doou a cadeira utilizada no voo para um de seus admiradores, chamado Jerry. Em 1993, em seu último ano de vida, Walters recebeu o título de Sobrevivente em risco no Darwin Awards e sua aeronave ficou conhecida como Inspiration I. 

Cerca de 20 anos depois, Jerry contatou Mark Barry, um piloto que havia documentado a trajetória de Walters. Em 2014, a famosa cadeira foi emprestada para uma exibição no Museu Aéreo e Espacial de San Diego. 

Últimos anos de vida e legado 

Nos anos seguintes, Walters enfrentou diversos contratempos. O rapaz terminou seu relacionamento amoroso e, posteriormente, não conseguiu encontrar empregos definitivos. Angustiado com seus problemas, no dia 6 de outubro de 1993, aos 44 anos, Walters tirou sua própria vida. Acredita-se que ele tenha atirado em seu coração, na Floresta Nacional de Angeles. 

Embora Walters nunca tenha ganhado muito dinheiro com a sua invenção, ele se tornou referência em uma produção cinematográfica e, mais tarde, inspirou outras pessoas a realizarem seus sonhos de voar. 


++Caro leitor, se você sente que precisa de apoio emocional ou tem percebido sinais de depressão, entre em contato gratuitamente com Centro de Valorização da Vida através do número 188. O serviço conta com voluntários treinados para ajudar você da melhor maneira.