Notícias » Crimes

Corpo sem cabeça é encontrado amarrado a colchão em Belo Horizonte

Os moradores da região apontam uma briga de dois munícipes após suposto furto como causa da morte

Wallacy Ferrari Publicado em 18/01/2022, às 11h41

Matagal com colchão ao fundo
Matagal com colchão ao fundo - Divulgação / Polícia Militar

Um corpo decapitado e amarrado em um colchão foi encontrado no meio de um matagal no bairro Universitário, próximo ao Anel Rodoviário de Belo Horizonte, em Minas Gerais, na manhã da última segunda-feira, 17. O achado foi feito por um morador que circulava próximo ao local e foi atraído pelo forte cheiro.

Ao averiguar a situação, deu de cara com um cadáver sem cabeça, ligando para a Polícia Militar, que localizou o corpo e acionou a perícia. Devido ao estado avançado de putrefação, os analistas locais não conseguiram identificar a vítima, estimando que o violento assassinado tenha ocorrido há pelo menos uma semana.

Moradores locais apontam que o corpo pode ser de um morador de rua conhecido pelo apelido “Lágrima”, que teria brigado com outro sem-teto, apelidado de “Pequeno”, após um furto. A confusão não apenar teria resultado na decapitação, mas o rival ainda teria circulado com a cabeça da vítima nas ruas da região.

Agora, policiais procuram o suposto assassino para depoimento, mas não localizou o crânio ou o homem, encaminhando o restante do corpo para Instituto Médico Legal (IML) da capital, como informou o portal G1.