Notícias » Brasil

Daniel Silveira pede troca de tornozeleira eletrônica: 'Adquiriu vida própria'

Deputado federal é atualmente um réu do Supremo Tribunal Federal por ameaçar instituições democráticas

Redação Publicado em 04/04/2022, às 15h37

Fotografia de Daniel Silveira
Fotografia de Daniel Silveira - Divulgação/ PTB-RJ

Os advogados do deputado federal Daniel Silveira (PTB) pediram no último domingo, 3, que a tornozeleira eletrônica do político fosse substituída. 

"Há indubitável desconfiança da Defesa [do cliente] de que o equipamento tenha adquirido 'vida própria', em razão de relatos do parlamentar de 'ruídos estranhos' e contínuos, além de esporádicas 'vibrações' sem qualquer nexo ou causa", afirmou o representante legal de Silveira, conforme repercutido pelo jornal O Globo. 

O aparelho defeituoso, que está sendo usado pelo deputado desde quinta-feira passada, 31, foi comparado com outra tornozeleira utilizada por ele entre março e agosto de 2021. 

No documento que pede a substituição do equipamento, os advogados de Silveira afirmam que o comportamento inusual do objeto despertou inclusive a suspeita de que ele tenha sido manipulado de alguma forma. 

"Surgiram então dúvidas quanto à integridade e confiabilidade do aludido equipamento, eis que, em tese, 'possa ter sofrido algum tipo de manuseio eletrônico', tipo 'escuta' embutida, ou outra forma não prevista em lei, desconhecido da defesa e do próprio monitorado, chegando à conclusão de que o mesmo não esteja adequado para o fim ao qual está designado", alegou o texto. 

A solicitação foi repassada para Alexandre de Moraes, ministro do STF que cumpre o papel de relator da ação contra Daniel Silveira, que se tornou um réu após incentivar atos antidemocráticos, de acordo com informações repercutidas pelo g1.