Notícias » Coronavírus

'Leito 61': educador físico escreve livro sobre o período em que ficou internado com Covid-19

Após ficar 20 dias internado, Leonardo Gurgel Pinto Dias, de 46 anos, escreveu detalhes sobre o período em que esteve infectado pelo coronavírus

Victória Gearini | @victoriagearini Publicado em 24/06/2021, às 07h52

Leonardo Gurgel Pinto Dias, autor de Leito 61
Leonardo Gurgel Pinto Dias, autor de Leito 61 - Divulgação / Thiago Gadelha / SVM

De acordo com o site oficial do governo do estado do Ceará, o educador físico Leonardo Gurgel Pinto Dias, de 46 anos, escreveu a obra "Leito 61: Um Relato dos Meus 20 dias de Internação", retratando o período em que ficou internado no Hospital São José (HSJ), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), após contrair Covid-19.

Ao todo, o paciente ficou 20 dias internado, até receber alta no dia 26 de março deste ano. Segundo o site do governo do estado do Ceará, ao retornar para casa, o paciente recuperado passou duas semanas se dedicando a elaboração da obra.

“Você ser internado com 46 anos, com família constituída, é muito difícil. Naquela hora, você não sabe como vai ser”, conta o educador, que, como medida de prevenção à Covid-19, não pôde receber visitas da família durante parte da hospitalização. “Exatamente no 10º dia, no finalzinho da tarde, uma das técnicas estava trocando o meu acesso quando, de repente, um rosto muito conhecido apareceu detrás da porta: [era] minha esposa. Eu não aguentei e chorei. A técnica se afastou, nos dando aquele momento”, relatou em um dos trechos do livro. 

Capa da obra Leito 61 / Crédito: Arquivo Pessoal / Leonardo Gurgel Pinto Dias

 

Em entrevista ao G1, a fisioterapeuta que participou da equipe de atendimento, Ivone Lima, revelou que o educador físico era um paciente grave e quase foi intubado. 

"Toda a equipe se engajou no tratamento dele. A gente também trabalha a parte emocional. Passamos confiança e ele passou a acreditar que poderia melhorar. Aceitou o Elmo e conseguimos desmamar o oxigênio [...] ele foi um paciente que marcou história na unidade pelo fato de ter sido um paciente muito grave, mas ele viu que a equipe era toda humana. Tinha 99% de chance de ser intubado, mas resistiu. Ele olhava com um olhar de pedido de socorro, para a gente cuidar dele", disse a fisioterapeuta ao G1.

O livro conta com um capítulo exclusivo dedicado a Ivone Lima. Além disso, a obra faz um agradecimento especial a outros profissionais da saúde que atuaram em sua recuperação. 

 Leonardo Gurgel Pinto Dias internado no hospital / Crédito: Arquivo Pessoal / Leonardo Gurgel Pinto Dias

 

“Agradeço demais a atenção que me foi dada por cada um dos profissionais que me atenderam, seja na hidratação, na alimentação, na arrumação da cama, nos banhos, na colocação das fraldas, na realização dos exames de sangue, troca de acesso, na aplicação dos medicamentos, na Fisioterapia”, escreveu Leonardo Gurgel Pinto Dias em outro trecho da obra.

De acordo com o portal G1, na última quinta-feira, 17, o paciente recuperado foi vacinado em Fortaleza, no Ceará. 


+Saiba mais sobre outras obras relacionadas ao tema disponíveis na Amazon:

Manual de condutas na COVID-19, de Vários Autores (2020) - https://amzn.to/3xE8kd4

Balbúrdias na Quarentena, de Luísa Nogueira (2021) - https://amzn.to/3j7z7KL

O trauma na pandemia do Coronavírus, de Joel Birman (2020) - https://amzn.to/3xKTvoV

Coronavírus: é bicho ou não é?, de Maria Lúcia Vinha (2020) - https://amzn.to/3h0BRqt

Além da prevenção, de Edmond Saab Junior (2020) - https://amzn.to/3dawfc6

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W