Matérias » Bizarro

Mansão Winchester: a macabra casa dos espíritos

O local levou 38 anos para ser construído, sem pausa, e conta com 161 quartos, 47 lareiras, 10.000 vitrais, dois porões, três elevadores e 600 portas

Victória Gearini Publicado em 18/09/2019, às 18h09

None
- Winchester Mystery House

Localizada em San Jose, na Califórnia, nos Estados Unidos, a mansão Winchester levou 38 anos para ser construída. Atualmente atrai turistas do mundo inteiro que buscam por experiências sobrenaturais.

A casa foi projetada por Sarah Winchester (1840-1922), herdeira do Winchester Arms. As espingardas Winchester foram muito utilizadas durante a guerra do oeste, que teve como finalidade ocupar as terras indígenas, no final do século passado.

No primeiro ano que a primeira arma foi criada, a filha pequena de Sarah com  William Wirt Winchester (1862-1881), Annie  Winchester, faleceu decorrente de uma doença rara. Após 15 anos, seu marido morreu de tuberculose, deixando a mulher sozinha e milionária.

Sarah Winchester (1840-1922) / Crédito: WIkimedia Commons

 

Sarah herdou aproximadamente US $ 20 milhões (atualmente equivalente a mais de US $ 500 milhões em dólares) e cinquenta por cento da empresa Winchester Arms.

Sem saber o que fazer com tanto dinheiro e devastada pela perda da filha e do marido, Sarah procurou conselhos de um médium, para saber o que fazer com a sua fortuna. 

Embora não se saiba ao certo o teor da conversa, dizem que o médium contatou a alma de William, que disse para sua esposa deixar sua casa em New Haven, Connecticut e a convenceu a se mudar para a Califórnia. 

O espiríto de seu marido teria dito ainda para Sarah usar o dinheiro da fortuna para construir uma casa que conseguisse abrigar os espíritos daqueles que foram vítimas das armas Winchester. Caso contrário, a mulher seria assombrada por eles pelo resto de sua vida. 

A arquitetura da Mansão Winchester

Em 1884, Sarah comprou uma pequena casa inacabada, em San Jose, na Califórnia, que mais tarde ficaria conhecida como Winchester Mystery House. 

A milionária contratou 18 funcionários que trabalhavam dia e noite, sem pausa. Devido à falta de um planejamento e de um arquiteto, a casa foi construída de forma aleatória.  

Mansão Winchester em construção / Crédito: Reprodução

 

Os quartos foram adicionados às paredes externas, resultando em janelas com vista para outros quartos. Múltiplas escadas foram adicionadas, com tamanhos diferentes, que sobem vários níveis e terminam abruptamente. A casa possui ainda portas que se abrem para paredes sólidas e corredores sem saída.

Na virada do século, a mansão chegou a ter sete andares, 161 quartos, 47 lareiras, 10.000 vitrais, dois porões, três elevadores e 600 portas. Ao todo leva cerca de 4 horas para visitá-la por inteiro. Lustres de ouro e prata davam um ar de elegância à mansão. Dezenas de vitrais luxuosos, criados pela Tiffany & Co, foram implementados nas paredes.

Quarto luxuoso de Mansão Winchester / Crédito: WIkimedia Commons

 

Infelizmente, em 1904, um terremoto atingiu San Jose, e a Mansão Winchester sofreu alguns danos e atualmente a casa conta com apenas quatro andares.

Supostas assombrações

Sarah Winchester nunca confirmou o que levou a construção da casa, mas de acordo com relatos de ex-funcionários, a milionária tinha sessões diárias com médiuns locais. Eles disseram ainda que os chamados bons espíritos eram consultados para apaziguar as almas das vítimas das armas Winchester. Dizem que foram os responsáveis pelas adições ilógicas na mansão.

A casa possuía 13 banheiros, mas apenas um funcionava, com o intuito de confundir qualquer fantasma que desejasse abrir a torneira. Além disso, Sarah dormia em um cômodo diferente todas as noites e usava passagens secretas para se locomover, com a finalidade de não ser seguida por nenhum espírito.

Vista da Mansão Winchester antigamente / Crédito: O Padrão da Flórida

 

A estranha obra foi pauta de muitos moradores de San Jose, que chegaram a criar diversas teorias a respeito da sua criação. Após a morte de Sarah, em setembro de 1922, o mistério se intensificou.

A milionária deixou todos os seus pertences pessoais para sua sobrinha mais próxima, Marion.No entanto, a Mansão Winchester nunca foi mencionada em seu testamento. Marion decidiu leiloar o imóvel, após os avaliadores o considerarem inaproveitável devido ao seu estranho planejamento e aos danos causados ​​pelo terremoto.

Após a casa ser esvaziada por completo, um investidor local a comprou por US $ 135.000 e cinco meses após a morte de Sarah Winchester, a mansão foi aberta ao público.

Vista do lado Sul / Crédito: WIkimedia Commons

 

De assombrada a referência turística 

Em 2016, um sótão foi descoberto e nele havia um órgão de bombeamento, um sofá da era vitoriana, uma máquina de costura e várias pinturas. Desde sua morte, pouco foi descoberto sobre Sarah Winchester, pois ela nunca deu nenhuma entrevista e nem deixou algum relato por escrito.

Atualmente, a mansão Winchester está aberta para visitação e atrai diversos turistas que buscam por experiências sobrenaturais. Além disso, o local foi palco para diversos filmes de terror, incluindo o filme baseado na história, chamado A Maldição da Mansão Winchester, estreado em 2018.