Notícias » China

Chinês envia ‘meme’ à polícia e é detido por nove dias

Na China, a imagem foi considerada “ofensiva para a polícia”

Isabela Barreiros Publicado em 03/11/2021, às 09h46

"Meme" enviado por chinês considerado "ofensivo"
"Meme" enviado por chinês considerado "ofensivo" - Divulgação/Departameto de Polícia de Qingtongxia

Um incidente envolvendo um “meme” viralizou nas redes sociais da China na última semana. Isso porque um homem acabou detido por nove dias por ter enviado uma imagem humorística de um cachorro vestido de policial para as autoridades do país.

O “meme” teria sido enviado pelo chinês a um grupo de bate papo na plataforma de mídia social chinesa WeChat e foi considerado “ofensivo para a polícia”, o que fez com que ele fosse investigado e preso.

O homem estava discutindo em uma conversa em grupo em que pessoas reclamavam sobre as medidas impostas no final de outubro pelo governo local para a prevenção e contenção da covid-19, segundo a CNN.

As informações foram relatadas pela polícia da cidade de Qingtongxia, na região de Ningxia, que publicou uma captura de tela que mostrava a conversa em que o meme foi enviado, mas apagou a publicação pouco tempo depois.

A imprensa estatal também fez uma cobertura do evento, que causou comoção na população chinesa. O jornal estatal The Paper foi responsável por investigar detalhes fez com que a hashtag sobre o caso chegasse a 170 milhões de visualizações.

As medidas de emergências impostas pelas autoridades chinesas fazem parte da polícia de “covid zero” praticada pelo país que tem como principal objetivo conter a disseminação do novo coronavírus a partir de bloqueios.