Notícias » EUA

Com decisão do Senado, impeachment de Trump é anulado e ele segue presidente

A vantagem dos Republicanos na Câmara Alta permitiu o mantimento do mandato do empresário, que pretende concorrer à reeleição

André Nogueira Publicado em 06/02/2020, às 07h00 - Atualizado às 07h28

Donald Trump
Donald Trump - Wikimedia Commons

Votação histórica no Senado dos EUA decidiu por inocentar Donald Trump em seu processo de impeachment que já tramitara na Câmara esse ano. Com a decisão da Câmara Alta, o processo é anulado e Trump se mantém presidente, podendo concorrer à reeleição em novembro.

A sessão da casa durou pouco mais de meia hora, em que os senadores julgaram a condenação de obstrução de justiça e abuso do poder. A primeira linha de votação (“artigo de impeachment”) foi marcada pela vantagem de 52 a 48, enquanto eram necessários 67 votos para sua retirada do cargo. A segunda votação, semelhante, ficou 53 a 47.

O resultado era esperado, dado que o Senado é majoritariamente republicano. Apesar de algumas intrigas internas no partido do atual presidente, somente um senador da sigla, Mitt Romney, votou a favor da condenação de Trump por abuso do poder. Memso que alguns considerassem condenáveis suas atitudes no cargo, o restante dos aliados do empresário consideraram as acusações insuficientes para perda do mandato.

Com a decisão, Trump está completamente livre para a disputa do segundo mandato, que ocorrerá em novembro após prévias dos partidos. A chance de reeleição e considerável, dependendo da escolha interna do partido Democrata, disputado principalmente entre Bernie Sanders e Pete Buttigieg.