Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Alanis Morissette

Em programa, Alanis Morissette descobre passado de sua família com o Holocausto

A cantora descobriu detalhes importantes sobre o passado de sua família durante participação no programa "Finding Your Roots", do canal PBS

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 04/01/2024, às 12h16

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Alanis Morissette - Getty Images
Alanis Morissette - Getty Images

A cantora Alanis Morissette fez importantes descobertas sobre suas raízes judaicas durante sua participação no programa "Finding Your Roots" do canal PBS dos Estados Unidos, o qual é dedicado ao estudo da genealogia de personalidades.

Na ocasião, a artista de 49 anos compartilhou que teve pouco contato com a história de sua família e só descobriu sua herança judaica após atingir os 20 anos.

No programa, apresentado por Henry Louis Gates Jr., Alanis revelou que seu avô materno escapou do Holocausto na Hungria e passou anos tentando localizar os dois irmãos, cujos destinos permaneciam desconhecidos.

A cantora destacou que seus pais a protegeram, assim como seus irmãos, de um possível trauma geracional, omitindo informações sobre suas origens.

"Acho que havia terror em seus ossos e eles acabaram nos protegendo ao não querer [que sofrêssemos] antissemitismo", disse. "Então eles fizeram isso para nos proteger, mantendo-nos no escuro."

Durante a transmissão, que ocorreu nesta terça-feira, 2, Alanis teve acesso a uma pesquisa realizada pela produção em colaboração com o Yad Vashem, o Centro Mundial para a Memória do Holocausto.

Campos de concentraçao

A pesquisa revelou que seus tios-avôs Gyorgy e Sandor Feuerstein, supostamente enviados a "campos de trabalho" na Rússia para lutar na guerra, acabaram falecendo em campos de concentração. Seu avô, ImreFeuerstein, permaneceu na Hungria, onde a mãe da cantora, Georgia, nasceu, antes de a família se mudar para o Canadá.

De acordo com Gates Jr., o avô de Alanis nunca cessou os esforços para encontrar seus irmãos, arquivando pedidos de busca na Cruz Vermelha em 1949, quatro anos após o término da Segunda Guerra Mundial. Ao saber disso, Alanis refletiu: "Não saber onde seus irmãos estão, se estão vivos ou mortos... Deus, não!"

Na participação, a cantora expressou seu orgulho em ser judia e confessou ter sempre sentido uma afinidade especial com a comunidade judaica. "Eu me sinto acolhida", revelou. "Agora eu sei o porquê. É como voltar para casa."

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!