Notícias » América Latina

Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales é acusado de ter se relacionado com menor de idade

A denúncia contra Morales está nas mãos do Ministério Público, que recorre ao processo penal

Giovanna de Matteo Publicado em 22/08/2020, às 08h53

Foto do ex-presidente boliviano Evo Morales
Foto do ex-presidente boliviano Evo Morales - Getty Images

O vice-ministro da Bolívia, Guido Melgar, declarou ao público, na última quinta-feira, 20, que o Ministério da Justiça da Bolívia denunciou o ex-presidente do país, Evo Morales, de ter tido um provável relacionamento com uma menina menor de idade: "O Ministério da Justiça apresentou uma denúncia contra o cidadão Juan Evo Morales Ayma pelos crimes de estupro e tráfico de pessoas", anunciou Melgar em entrevista coletiva.

A partir da denúncia, o Ministério Público e as outras instituições realizarão o processo penal para investigar o caso. As informações são do portal de notícias G1. A imprensa local divulgou fotos de Morales, entre os anos de 2006 e 2019, onde o boliviano aparece posando com uma jovem — que hoje tem 19 anos — em viagens feitas pelos dois. O nome da garota não foi exposto.

Segundo Melgar, as fotografias foram expostas por uma parente da jovem, que as guardava em seu celular.  O ex-presidente de 60 anos está refugiado na Argentina desde o fim do ano passado, após uma revolta social no país ter pressionado sua renúncia do poder, e ainda não se manifestou à respeito do escândalo.