Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Herança

Herdeiro da Hermès quer deixar fortuna de R$ 56 bilhões para jardineiro

O magnata, de 80 anos de idade, formalizou uma solicitação para adotar seu ex-jardineiro, um homem de 51 anos, para que ele tenha direito à sua herança

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 07/12/2023, às 08h16

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O empresário Nicolas Puech - Divulgação
O empresário Nicolas Puech - Divulgação

Fundada em 1837 pelo empresário francês Thierry Hermès, a Hermès é uma empresa que anualmente gera uma receita de €11,6 mil milhões e possui uma avaliação de mercado de €202 mil milhões. Seu principal acionista, Nicolas Puech, quem faz parte da quinta geração da família, agora surpreende ao expressar o desejo de adotar seu jardineiro como herdeiro de uma fortuna estimada em cerca de R$56 bilhões.

Com 80 anos, solteiro e sem filhos, Puech se aposentou do conselho de administração da renomada marca de moda em 2014, mantendo ainda 5,7% das ações da empresa.

Adoção

O magnata, agora residente em La Fouly, na Suíça, pretende transferir toda sua fortuna para seu ex-jardineiro, um homem de 51 anos, membro de uma modesta família marroquina, casado com uma espanhola e pai de dois filhos.

Embora a adoção de um adulto seja incomum na Suíça, Puech formalizou a solicitação em outubro de 2022, visando, assim, proporcionar ao beneficiário, pelo menos, metade de sua fortuna, conforme informações do portal O Globo.

Contudo, um pacto de sucessão de 2011 com a Fundação Isócrates, sediada em Genebra, indicava que a fortuna seria doada à fundação após a morte de Puech.

Em fevereiro de 2023, contudo, uma nota manuscrita indicou uma "mudança de rumo" do bilionário, mencionando a intenção de fazer outros arranjos testamentários, sem explicar as razões.

A fundação, dedicada à proteção e promoção do debate público, manifestou surpresa e preocupação com as atividades de utilidade pública ameaçadas pela possível anulação do acordo de sucessão.

Enquanto a adoção está em andamento, o jardineiro permanece em silêncio, próximo de se tornar multimilionário, prevendo arrecadar aproximadamente 40 milhões de euros por ano em dividendos, de acordo com o jornal italiano Corriere della Sera.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!