Notícias » Cuba

Explosão em hotel de Havana: ao menos 40 pessoas morreram na tragédia

Segundo o Ministério da Saúde de Cuba, crianças e adolescentes estão entre as vítimas

Redação Publicado em 10/05/2022, às 09h12

Hotel Saragota antes e depois da explosão
Hotel Saragota antes e depois da explosão - Divulgação / Twitter / @soyleo27n

O Ministério da Saúde de Cuba informou ontem, 9, que foram confirmadas 40 mortes em decorrência da explosão de um hotel em Havana, ocorrida na última sexta-feira, 6. Estão entre as vítimas quatro crianças e adolescentes. A tragédia, segundo apontaram as autoridades, foi provocada por um escapamento de gás.

Além das dezenas de mortes, foram contabilizados 54 feridos, dos quais 18 ainda estavam hospitalizados na noite de ontem. Sete dos feridos se encontram em estado crítico e outros sete, em estado grave. Equipes de resgate seguem em busca das vítimas, que são, em sua grande maioria, funcionários do estabelecimento, de acordo com informações do UOL.

"É uma etapa muito perigosa devido à concentração de escombros e o risco de desabamento", disse à TV estatal o coronel Luis Carlos Guzmán, chefe dos bombeiros.

Hotel Saratoga

A explosão do hotel de luxo se deu ao final da manhã de sexta-feira. Localizado em Havana Velha, o edifício em estilo neoclássico no qual funcionava o Saratoga foi construído em 1880 e transformado em hotel em 1933. Durante dois anos da pandemia de Covid-19, o local permaneceu fechado e preparava-se para reabrir ao público nesta terça-feira.