Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Leilão de escultura que imita balões terá lucros doados para a Ucrânia

A obra de arte estava sob posse de um bilionário ucraniano

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 09/06/2022, às 19h49

Fotografia da escultura mencionada - Divulgação/ Christie's
Fotografia da escultura mencionada - Divulgação/ Christie's

A Christie's, uma tradicional casa de leilões britânica, anunciou que irá leiloar uma escultura do renomado artista plástico Jeff Koons, que é conhecido por suas obras que imitam animais feitos com balão. 

Diferentemente do truque usado por animadores de festas para entreter crianças, todavia, as esculturas de Koons são de aço inoxidável e possuem metros de altura. Aquela que será colocada à venda é a "Balloon Monkey (Magenta)", que imita um macaco feito de balões em tom rosa metálico. 

Seu antigo proprietário é o bilionário ucranianoVictor Pinchuk, um magnata da indústria do aço que pretende vender a peça artística pelo valor de 12,5 milhões de dólares, lucro que será posteriormente direcionado para ajuda humanitária ao país atacado pelo exército russo. 

Os fundos arrecadados pelo evento, que ocorrerá no próximo dia 28 de junho, serão usados, mais especificamente, para financiar o tratamento médico de soldados das forças ucranianas que foram feridos durante o embate militar. 

Arte e causas sociais

O verdadeiro valor da arte é servir à humanidade e não poderia haver um chamado maior neste momento do que apoiar o povo ucraniano", afirmou Jeff Koons em um comunicado divulgado pelo site oficial da Christie's.

O artista acrescentou também que a experiência de ter uma de suas esculturas usadas para um objetivo tão nobre era um "privilégio sincero", e discorreu sobre sua relação com a nação invadida no último 24 de fevereiro. 

"Através da minha amizade com Victor e Olena Pinchuk [a esposa do ricaço], minha vida foi enriquecida pelo povo e pela cultura da Ucrânia. Tive a oportunidade de visitar a Ucrânia várias vezes sozinho e com minha família e sempre senti um forte senso de comunidade, amizade, e história", relatou Koons ainda, conforme repercutido pela CNN.