Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Elizabeth II

Livro revela que Elizabeth II achava que Diana combinava mais com outro filho

Nova obra conta que a rainha pensava que a princesa Diana era mais compatível para ter relacionamento com outro de seus herdeiros; saiba qual

Isabelly de Lima Publicado em 06/02/2024, às 09h53

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A rainha Elizabeth II (esq.) e a princesa Diana (dir.) - Getty Imagens
A rainha Elizabeth II (esq.) e a princesa Diana (dir.) - Getty Imagens

Em seu novo livro intitulado "Minha Mãe e Eu", a escritora Ingrid Seward traz à tona uma perspectiva intrigante sobre a relação entre o rei Charles III e sua mãe, a falecida rainhaElizabeth II. Uma das revelações mais surpreendentes é a crença da monarca de que a princesaDiana teria sido uma escolha mais adequada para o príncipeAndrew, irmão de Charles, do que para o próprio Charles, que agora ocupa o trono.

Ela se perguntava se alguém tão jovem poderia realmente diferenciar o homem e o príncipe. E, inevitavelmente, não conseguia deixar de imaginar que a jovem Di teria muito mais em comum com seu filho mais novo, Andrew”, diz a autora no livro.

Apesar de inicialmente encantar-se por Diana, a rainha nutria reservas sobre sua capacidade de lidar com as responsabilidades inerentes ao papel de esposa do futuro rei. Seward também aborda os esforços de Diana para conquistar a família real, incluindo seu suposto fingimento de interesse em atividades como pesca e caça durante suas visitas ao Castelo de Balmoral, na Escócia.

À esquerda, a princesa de Gales, e à direita, o príncipe Andrew, filho de Elizabeth II - Getty Imagens

Diana, que veio a óbito aos 36 anos em um trágico incidente automobilístico em Paris em 1997, é caracterizada no livro como alguém que lutou de maneira persistente para assumir o papel de princesa de Gales, de acordo com a CNN Brasil.

Relação poderosa

Charles, atualmente com 75 anos, separou-se de Diana em 1996, após um casamento marcado por instabilidades, posteriormente unindo-se em matrimônio com a atual rainha Camilla em 2005.

O livro de Ingrid Seward promete oferecer "um retrato animado e esclarecedor da verdadeira dinâmica entre o rei Charles III e sua mãe":

O relacionamento entre a falecida monarca e seu filho, o rei, sempre foi um tema de fascinação… Esta é a história de como Charles foi moldado por seu legado. Sua mãe era a mulher que ele amava, mas nunca pôde estar próxima, e só na velhice dela, ele recebeu finalmente o afeto e respeito que tanto ansiava”, relata um trecho da sinopse da obra.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!