Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Fertilização in vitro

Mulher de 70 anos dá à luz gêmeos em Uganda, de acordo com hospital

Na última quarta-feira, 29, a ugandesa Safina Namukwaya deu à luz um menino e uma menina em um centro médico de Kampala, capital de Uganda

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 01/12/2023, às 12h19

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A ugandesa Safina Namukwaya - Divulgação/Women's Hospital International and Fertility Center (WHI&FC)
A ugandesa Safina Namukwaya - Divulgação/Women's Hospital International and Fertility Center (WHI&FC)

Um hospital de Uganda relatou que uma mulher de 70 anos deu à luz gêmeos após passar por um tratamento de fertilização in vitro.

Na última quarta-feira, 29, Safina Namukwaya deu à luz um menino e uma menina por meio de cesariana no Women's Hospital International and Fertility Center (WHI&FC), um centro médico de fertilidade na capital, Kampala.

Um milagre

Considerada uma das mulheres mais velhas a dar à luz, Namukwaya compartilhou com a mídia local que o nascimento dos filhos foi um verdadeiro "milagre".

O hospital expressou suas felicitações, destacando que esse feito vai além de um simples "sucesso médico", sendo também um testemunho da força e resiliência do espírito humano.

Namukwaya compartilhou com o jornal Daily Monitor de Uganda que sua gestação foi desafiadora, principalmente depois que seu parceiro a abandonou ao descobrir que ela esperava gêmeos.

Os homens não gostam que você diga que está grávida de mais de um filho. Desde que fui internada aqui, meu homem nunca mais apareceu", disse a mulher, segundo a BBC.

Gestação anterior

De acordo com o portal de notícias, este é o segundo parto de Namukwaya em três anos, pois ela deu à luz uma menina em 2020.

A mulher contou que sua motivação para engravidar surgiu após ser ridicularizada por não ter filhos. A ugandesa também destacou que, ao cuidar dos filhos de outras pessoas e testemunhar seu crescimento, passou a se questionar sobre quem cuidaria dela na velhice.

Eu cuidava dos filhos das pessoas e os via crescer e me deixarem sozinha. Eu me perguntava quem cuidaria de mim quando eu envelhecesse", revelou Namukwaya ao Daily Monitor.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!