Notícias » Rússia

Sobrevivente da 2ª Guerra é detida por protestar contra ataques russos

A idosa, que sobreviveu ao Cerco a Leningrado, carregava cartazes contra a invasão da Ucrânia

Redação Publicado em 03/03/2022, às 10h19

Sobrevivente da Segunda Guerra no momento em que foi detida
Sobrevivente da Segunda Guerra no momento em que foi detida - Divulgação / Twitter / Ukcraine now

Elena Osipova, idosa que sobreviveu ao Cerco a Leningrado, comandado pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, foi detida pela polícia da Rússia nesta quinta-feira, 3, na cidade de São Petersburgo. Ela protestava contra a invasão russa ao território ucraniano.

Conforme informações divulgadas pelo jornal "El País", a mulher é conhecida nacionalmente em razão de um grafite que dedicou a uma amiga que perdeu a família inteira durante o cerco nazista.

De acordo com o portal de notícias UOL, a ativista que tinha em mãos dois cartazes com frases em defesa da paz na Ucrânia e do fim das armas nucleares em todo o mundo acabou sendo presa por dois policiais de choque e levada no camburão.

A Rússia tem reprimido fortemente toda e qualquer manifestação contra os ataques à Ucrânia. Conforme apontou a ONG de monitoramento de violência estatal OVD-Info, ao menos dois mil cidadãos foram detidos somente durante os protestos realizados no último domingo, 27.