Notícias » Arqueologia

Stonehenge suíço: Monumento encontrado submerso em lago foi construído por seres humanos há 5.500 anos

Localizada a 4,5 metros de profundidade do Lago Constance, na Suíça, a construção tem sido comparada ao icônico megalítico

Letícia Yazbek Publicado em 02/10/2019, às 07h00

None
Crédito: CEN/ TU Darmstadt

Arqueólogos afirmam que uma série de misteriosas pedras encontradas submersas no lago Constance, localizado na Europa Central, foi empilhada por seres humanos há cerca de 5.500 anos. A mídia local tem chamado a descoberta de Stonehenge Suíço.

A relíquia neolítica está localizada a aproximadamente 4,5 metros de profundidade, no lado suíço do lago, que também faz fronteira com a Áustria e a Alemanha. As pedras variam de tamanho — algumas tem até 2,5 metros de comprimento.

Um navio equipado com uma escavadeira removeu os sedimentos ao redor das pedras para revelá-las para análise. Segundo a equipe do Departamento de Arqueologia do Cantão Suíço de Thurgau, cada pedra foi encontrada em intervalos regulares, paralelos à costa suíça.

Pedras foram colocadas em intervalos regulares / Crédito: CEN/ Thurgau Archaeology Office

 

A análise mostrou que a formação de pedras não se originou naturalmente, mas foi construída por seres humanos.

“Os primeiros resultados do estudo mostram que as pedras na área 5 foram colocadas lá cerca de 5.500 anos atrás, no período neolítico”, afirmou o porta-voz do Departamento.

Urs Leuzinger, pesquisador do projeto, afirma que, no momento da construção, as pedras estavam localizadas ao longo da costa ou em águas rasas. Elas podem ter sido usadas como barragens, rotas de transporte sinalizadas ou até túmulos.

Nos próximos meses, novas investigações serão realizadas com o objetivo de descobrir mais sobre o monumento.