Notícias » Estados Unidos

Trump participou de debate mesmo tendo testado positivo para Covid

Afirmação polêmica foi dada, em livro, por último chefe de gabinete do governo de Donald Trump

Fabio Previdelli Publicado em 01/12/2021, às 17h15

O ex-presidente americano Donald Trump
O ex-presidente americano Donald Trump - Getty Images

Donald Trump estava infectado com a covid-19 três dias antes de participar de um debate com Joe Biden em 29 de setembro de 2020. A afirmação polêmica foi dada por Mark Meadows, último chefe de gabinete do governo Trump, em seu novo livro ‘The Chief’s Chief’.

Na ocasião, explica Mark, cada candidato era obrigado a apresentar um teste negativo dentro de 72 horas antes do encontro. O republicano, porém, não teria visto isso como um empecilho para ‘furar a quarentena’. 

O chefe de gabinete diz que Donald Trump apresentou um teste negativo aos responsáveis do evento, resultado de um exame anterior, logo após receber o diagnóstico positivo. Na época, como recorda o UOL, especulava-se que Trump poderia estar infectado quando participou do embate. 

O ex-presidente americano só anunciou seu real estado de saúde em 2 de outubro. Segundo Meadows, funcionários da Casa Branca ficaram preocupados com o resultado do teste, principalmente porque o local havia recebido a cerimônia de Amy Barrett, que se candidatou à Suprema Corte. 

Mesmo apresentando sintomas da doença, Donald Trump teria insistido para viajar até um comício que realizaria na Pensilvânia. Foi então que o médico da Casa Branca teria o alertado: "Impeça o presidente de ir embora...Ele acabou de testar positivo para covid".

Após informar o Força Aérea 1 sobre o ocorrido, Mark foi informado que o ex-presidente havia sido testado com um kit antigo, que acabou dando positivo. Posteriormente, uma outra análise foi feita, desta vez com o resultado negativo. 

Segundo o chefe de gabinete, Trump tomou o resultado como uma “permissão total para prosseguir como se nada tivesse acontecido”. Os membros do comício nunca souberam ao certo qual era o verdadeiro estado de saúde do republicano. 

Donald Trump só teria começado a melhorar no dia do debate. “Seu rosto, na maior parte pelo menos, tinha recuperado seu tom de bronze claro, e a sua voz não estava mais rouca. Mas os círculos escuros sob seus olhos se aprofundaram. Quando entramos no local por volta das cinco da tarde, pude notar que ele estava se movendo mais devagar do que o normal. Ele andou como se estivesse carregando um peso extra nas costas", relata Mark

O ex-chefe do gabinete disse que, apesar das especulações, a Fox News, apoiadora de Trump e realizadora do debate, não pediu uma nova testagem antes das gravações por confiar na integridade do republicano. 

Em respostas às acusações, Trump disse que as declarações de Mark Meadows são mentirosas. "Essa história de eu ter covid antes ou durante o primeiro debate é fake news. Na verdade, um teste revelou que eu não tinha a doença antes."