Notícias » Astronomia

Vencedor do Nobel de Física afirma que os humanos jamais vão migrar para um planeta fora do Sistema Solar

Ele julga a ideia como “completamente louca” e sugere que a Terra ainda é habitável

Fabio Previdelli Publicado em 15/10/2019, às 10h58

None
Divulgação

Enquanto muitos cientistas procuram exoplanetas que possam ser habitáveis para gerações futuras, um astrônomo, recém-premiado com o Nobel de Física, considera a ideia “completamente isana”.

A declaração foi dada pelo suíço Michael Mayor. Ele acredita que as chances de migrar para um planeta fora do sistema solar são nulas. ”Se falarmos sobre planetas extrassolares, vamos deixar as coisas claras: não emigraremos para eles. Esses planetas estão muito, muito distantes. É algo completamente louco”.

Mayor recebeu o Prêmio Nobel de Física juntamente com Didier Queloz. Em 1995, os pesquisadores descobriram pela primeira vez um planeta fora do nosso Sistema Solar: o 51 Pegasi b, situado a aproximadamente 50 anos-luz da Terra, na constelação de Pegasus.

Concepção artística de 51 Pegasi b / Crédito: Wikimedia Commons


Embora ele tenha sido premiado com a descoberta, o astrônomo acredita que é importante “acabar com todas as declarações que dizem: ‘Ok, iremos para um planeta habitável se um dia a vida na Terra não for possível’”.

O suíço também sugeriu que a Terra ainda é habitável, desde que os humanos se esforcem para cuidar dela. “Temos que cuidar do nosso planeta, é muito bonito e ainda é absolutamente habitável”, concluiu.