Curiosidades » Entretenimento

Gato preto: Entenda como o animal ganhou a injusta fama de maldito

Conhecido como símbolo de maldição na Idade Média, esse pequeno animal tem sido ressignificado através dos tempos

Joseane Pereira Publicado em 13/09/2019, às 09h00

None
- Reprodução

A origem macabra está na Idade Média, quando a cor do animal era associada às trevas, e seus hábitos noturnos levavam à crença de que eles tinham pacto com o demônio. Essa fama também esteve relacionada com as bruxas, que segundo a crença medieval, se transformavam em gatos para realizar suas saídas durante a noite.

Missão Espacial

Em 1984, quando a missão norte-americana do ônibus espacial STS-13 foi cancelada, a empreitada foi renumerada como STS-41-C. Isso levou a tripulação a incluir um gato preto e um número 13 em seu patch oficial, como uma referência humorística ao mito sobre o azarado número 13 e sobre a desgraça trazida pelos gatos pretos. No entanto, a missão foi bem sucedida, e eles surpreendentemente aterrisaram em uma sexta feira, no dia 13 de abril daquele ano.

Por outro lado, a visão sobre esse pequeno felino nem sempre foi de azar.

Bom ou ruim?

Embora considerado um presságio de infortúnio em muitas culturas, a população do Japão e da Grã-Bretanha vê o gato preto como sinal de boa sorte. Os escoceses até acreditam que a chegada desse felino em casa pressagia prosperidade. E isso também ocorria no Egito Antigo: para os egípcios, hospedar um gato preto em casa favoreceria sua relação com Bastet, a deusa dos gatos.

Bastet / Crédito: Reprodução

 

No século 18, o mito do gato preto ficou bem consolidado entre os marinheiros. Para eles, ter esse animal na embarcação traria boa sorte às viagens, e até as esposas dos pescadores mantinham esse felino em casa, acreditando que ele tinha influência em proteger seus maridos no mar.

Com o surgimento do anarquismo na Europa, o símbolo do gato preto passou a fazer parte dessa ideologia política. Tanto que um logotipo foi produzido com sua imagem: criado por Ralph Chaplin, da organização internacional “Trabalhadores Industriais do Mundo”, o símbolo fazia referência às greves de gato-selvagem, comuns no início do século 20, onde manifestantes revidavam a violência exercida pela polícia em pé de igualdade.

Logo criado por Ralph Chaplin /
Crédito: Reprodução

 

Portanto, ao avistar um gato preto pela rua, vale a pena lembrar das outras conotações historicamente dadas a ele: para além de um símbolo de mau presságio, esse pequeno animal também pode simbolizar boa sorte, proteção e, até, resistência política.