Notícias » Suzane Von Richthofen

A Menina que Matou os Pais: Filme que retrata um dos crimes mais bárbaros do Brasil terá duas versões

"(...) acredito que histórias assim não podem ser esquecidas”, afirma atriz Carla Diaz, que viverá a sanguinária Suzane Von Richthofen

Victória Gearini Publicado em 18/09/2019, às 15h12

None
- Reprodução

O filme A Menina que Matou os Pais estava previsto para estrear este ano, entretanto, o lançamento foi adiado para 2020. A Galeria Distribuidora anunciou que o longa será acompanhado de "O Menino que Matou os Pais" e contará a mesma história sob o ponto de vista de Daniel Cravinhos.

O filme chega aos cinemas em 2020 e será exibido no mesmo dia em sessões alternadas. A produção do filme declarou que os longos não possuem nenhum vínculo com os autores do crime e que as tramas foram baseadas a partir dos depoimentos apresentados no processo. 

Elenco do filme / Crédito: Divulgação 

 

"É um caso único no cinema mundial essa produção exatamente da mesma história, porém com olhares diferentes. É uma oportunidade única para o público analisar e chegar à sua própria conclusão sobre os fatos", disse o diretor Maurício Eça.

Suzane Von Richthofen será interpretada pela atriz Carla Diaz e Leonardo Bittencourt irá encenar o papel de Daniel Cravinhos.

"É uma história tão trágica e tão chocante para todo mundo. Realmente acredito que histórias assim não podem ser esquecidas”, afirma Carla. Leonardo completa "Você aprende História para não cometer os mesmos erros". 

 Carla Diaz interpretando Suzane Von Richthofen / Crédito:Divulgação 

 

Suzane Von Richthofen ficou conhecida por ter planejado o assassinato dos pais, Manfred e Marísia, em 2002. Ela teve a ajuda do até então namorado, Daniel Cravinhos e seu cunhado Cristian Cravinhos. Ela foi condenada a 39 anos de prisão, Daniel cumpre pena no regime aberto e Cristian atualmente está preso.