Notícias » Alasca

Alasca registra três vulcões em erupção ao mesmo tempo

O fenômeno é considerado raro e não acontece há pelo menos sete anos

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/08/2021, às 10h59

O vulcão Pavlof, no Alasca, registrado em 2004
O vulcão Pavlof, no Alasca, registrado em 2004 - U.S. Fish and Wildlife Service via Wikimedia Commons

No Alasca, três vulcões entraram em erupção ao mesmo tempo, fenômeno considerado incomum por especialistas registrado nas ilhas Aleutas. Segundo o Livescience, isso não acontece há pelo menos sete anos.

A NBC News informou que, até o momento, não há riscos para as pessoas que vivem nas proximidades, embora os vulcões tenham entrado em atividade simultaneamente há cerca de uma semana.

Matthew Loewen, geólogo pesquisador do Observatório de Vulcões do Alasca, explicou que as erupções de três vulcões ao mesmo tempo são incomuns, mas que tal fenômeno já foi observado no Alasca antes.

"O Alasca tem muitos vulcões e normalmente vemos uma erupção a cada ano, em média. Ter três erupções de uma vez é menos comum, mas acontece”, disse o especialista.

Os vulcões em questão são Pavlof, Great Sitkin e Semisopochnoi, que estão sob alerta “laranja”. Ou seja, eles ainda não estão na situação mais drástica possível, e sim sob controle, não trazendo ameaças às populações locais.

O alerta ainda indica que o vulcão registra erupções com pequenas emissões de cinzas ou que tem potencial para entrar em erupção, como relata o Observatório de Vulcões do Alasca. 

Além dos três vulcões simultâneos, outros dois estão sendo analisados por especialistas, estando sob o alerta “amarelo” por apresentarem evidências de inquietação, que podem vir a se tornar uma erupção.