Notícias » Brasil

Após críticas, Secom afirma que post do Dia do Agricultor 'deu margem a interpretações fora do contexto'

Segundo a própria Secretaria Especial de Comunicação Social, a escolha da imagem era "em referência à segurança no campo"

Pamela Malva Publicado em 29/07/2021, às 14h00

Imagem usada pela Secom no Dia do Agricultor
Imagem usada pela Secom no Dia do Agricultor - Divulgação/ Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Na manhã da última terça-feira, 28, a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) usou seu Twitter para comemorar o Dia do Agricultor. Acontece que, ao utilizar a imagem de um homem armado, o post do órgão acabou gerando diversas polêmicas. A publicação foi deletada e, em seguida, o Secom explicou a escolha da imagem.

Em nota divulgada no mesmo dia da publicação, a secretaria afirmou que o post em questão "deu margem a interpretações fora do contexto". Por isso, inclusive, o órgão escolheu deletar a imagem, que contava com a silhueta de um homem com um rifle.

A Secom alterou uma imagem da série de publicações em homenagem ao Dia do Agricultor. A imagem utilizada anteriormente, em referência à segurança no campo, deu margem a interpretações fora do contexto", explicou a Secom.

Por fim, ainda em nota, a secretaria pontuou que o governo reafirma a "importância dos trabalhadores rurais, categoria que não parou durante a pandemia e que assegurou a produção de alimentos. O governo continuará adotando medidas que proporcionem mais tranquilidade e segurança em respeito ao agricultor e à sua família".

Logo depois de deletar o post polêmico, a Secom ainda fez diversas publicações sobre o Dia do Agricultor. Algumas delas, inclusive, contavam com informações do Plano Safra, dados de recordes do agronegócio e até indíces de registros de terras emitidos no país.