Notícias » Peste bubônica

Após morte por peste bubônica, China decide isolar aldeia

Suji Xincun já adotou medidas para evitar uma possível propagação local

Giovanna de Matteo Publicado em 07/08/2020, às 12h50

Yersinia pestis, bactéria que causa a peste bubônica
Yersinia pestis, bactéria que causa a peste bubônica - Wikipedia

Um homem na China que morreu no domingo, 2, por Peste Bubônica levou autoridades da Mongólia, uma região autônoma da China, a isolarem o vilarejo onde ele morava. 

A morte foi reportada para as autoridades na cidade Baotou e a peste bubônica foi confirmada ontem, 6. A causa da contaminação da vítima não foi divulgada. A Comissão Municipal de Saúde de Baotou comunicou que o paciente morreu de falha do sistema circulatório. 

Com medo de propagação da doença, o vilarejo de Suji Xincun, onde resisidia a vítima, foi isolado, com ordem para que todas as casas sejam desifentadas diariamente. Por sorte, nenhum morador testou positivo para a doença e não há nenhum outro caso de contaminação na vila.

Este é o segundo caso da doença este ano registrado pela China. O caso anterior foi descoberto em julho na cidade de Bayannur, também na Mongólia.

As autoridades de Baotou alertaram para o risco de "uma epidemia de peste humana se espalhar na cidade", reafirmando as medidas de segurança tomadas durante a pandemia de coronavírus e aconselhando a procurarem um médico caso sintam febre e tosse, sintomas comuns á Peste Bubônica.