Notícias » Crimes

Após zombar do assassinato de Eliza Samudio, homem que se ‘fantasiou’ de goleiro Bruno é demitido

O caso aconteceu em Manaus

Redação Publicado em 03/11/2021, às 08h21

Homem 'fantasiado' de goleiro Bruno
Homem 'fantasiado' de goleiro Bruno - Divulgação/Porão do Alemão

No início desta semana, uma fotografia polêmica repercutiu nas redes sociais. Trata-se de uma imagem de um homem ‘fantasiado’ de goleiro Bruno, segurando um saco de lixo com a escrita do nome ‘Eliza’, zombando do assassinato da modelo Eliza Samudio, que ocorreu no ano de 2010.

Sabe-se que Bruno foi condenado a 22 anos de prisão pelo sequestro, cárcere privado, assassinato e ocultação do corpo deEliza Samudio. 11 anos após o crime, seu corpo nunca foi encontrado.

O caso recente aconteceu em Manaus, a imagem foi publicada através do Instagram da casa de shows ‘Porão do Alemão’ e logo viralizou nas redes gerando diversas críticas. Após o ocorrido, o local apagou a imagem.

De acordo com informações publicadas na última terça-feira, 2 pelo portal de notícias UOL, após a repercussão do caso, o homem foi demitido de seu emprego. Ele se vestiu como o criminoso condenado — usando o nome do ex-goleiro atrás de uma camisa do time de futebol Flamengo.

O sujeito que decidiu usar tal ‘fantasia’ trabalhava como tatuador em um estúdio de Manaus. Em nota, o local informou que “não compactua com qualquer forma de incitação à violência contra a mulher”.

A mãe de Eliza se pronunciou sobre o caso e afirmou que irá buscar uma solução na Justiça.