Notícias » Estados Unidos

Brasileira casada com vice-governador americano é vítima de racismo

Nascida no Rio de Janeiro, Gisele Barreto Fetterman pediu mais amor em suas redes sociais após ataque sofrido em fila de supermercado

Wallacy Ferrari Publicado em 13/10/2020, às 11h53

Gisele (esq.) em montagem com a agressora (dir.)
Gisele (esq.) em montagem com a agressora (dir.) - Divulgação/Twitter

A brasileira Gisele Barreto Fetterman, esposa do vice-governador da Pensilvânia, John Fetterman, foi alvo de insultos racistas no último domingo, 11, após a saída de um supermercado local. Enquanto passava kiwis em um caixa, a segunda-dama foi abordada por uma mulher na fila, que desferiu palavras contra sua origem e etnia.

Sem estar acompanhada de seguranças por ser uma saída fora da agenda do estado, a mulher começou a direcionar Gisele para a saída do estabelecimento: “Oh, essa não é a n*** com quem Fetterman se casou". Em seguida, a agressora passou a repetir que “seu lugar não é aqui”.

De acordo com o jornal The New York Times, Gisele ainda foi abordada após o pagamento das compras no estacionamento do estabelecimento, onde conseguiu gravar algumas das palavras da moça pelo vidro do carro — posteriormente publicadas em seu Twitter.

"Eu amo, amo, amo este país, mas estamos profundamente divididos. Corri para o mercado local e fui recebida e agredida verbalmente por uma mulher que repetidamente me disse que eu não pertenço a este lugar. O confronto continuou no estacionamento, onde pude finalmente gravá-lo. Esse comportamento e esse ódio são ensinados. Se você a conhece, se ela é sua vizinha ou parente, por favor, ensine o amor a ela", escreveu Fetterman.