Notícias » Entretenimento

Em meio à polêmica transfóbica, JK Rowling lança livro sobre serial killer homem que se veste de mulher

A autora da saga Harry Potter entrou em uma confusão na internet depois de ironizar um termo que inclui homens trans

Caio Tortamano Publicado em 14/09/2020, às 17h00

A autora JK Rowling
A autora JK Rowling - Wikimedia Commons

Sob o pseudônimo de Robert Galbraith, a icônica autora da série Harry Potter, JK Rowling, irá lançar amanhã, 15, no Reino Unido, seu mais novo livro de romances policiais com o título Troubled Blood (Sangue Problemático, em tradução livre).

De acordo com o portal UOL, nesta nova obra, Rowling escreve sobre um detetive chamado Cormoran Strike, que investiga um serial killer homem que se veste com roupas femininas para matar mulheres. A trama dialoga com uma polêmica recente que a autora se colocou, quando, em seu Twitter, deu declarações consideradas transfóbicas.

Em junho, a autora ironizou o termo “pessoas que menstruam”, comumente utilizado para incluir homens trans, que não se identificam mais com o espectro feminino. A britânica estranhou o uso da expressão e afirmou já existir uma palavra para definir esse grupo: “mulheres”.

A comunidade LGBTQ+ criticou duramente a fala da autora, que foi respondida até pelos próprios atores que incorporaram seus personagem na famosa série de filmes. Rowling não buscou se retratar, e o livro com um homem cis assassino que se traveste é apenas mais um capítulo dessa saga.

Comentando sobre o lançamento, o literário Jake Kerridge escreveu para o jornal britânico The Telegraph: “Me pergunto o que os críticos da posição de Rowling sobre questões trans vão achar de um livro cuja moral parece ser: nunca confie em um homem de vestido".