Notícias » EUA

Espiões tentaram vender informações secretas dos EUA ao Brasil, diz jornal

Casal norte-americano tentou vender segredos sobre reatores nucleares a autoridades brasileiras

Redação Publicado em 16/03/2022, às 15h07

Palácio do Planalto, em Brasília
Palácio do Planalto, em Brasília - Wikimedia Commons / Marinelson Almeida

O engenheiro naval norte-americano, Jonathan Toebbe, e sua esposa, Diana, foram presos depois de tentarem vender informações militares dos EUA ao Brasil. O caso ocorreu há cerca de dois anos, conforme informou o New York Times.

Segundo a fonte, o casal apresentou milhares de páginas contendo segredos sobre reatores nucleares, documentos esses que haviam sido roubados do estaleiro Washington Navy Yard ao longo de anos.

De acordo com o UOL, Jonathan e Diana optaram pelo Brasil porque consideraram o país rico o suficiente para comprar as informações oferecidas, além de não ser uma nação hostil aos Estados Unidos.

No entanto, assim que eles entregaram os documentos ao serviço de inteligência brasileiro, as autoridades os encaminharam ao FBI.

Os EUA iriam, a princípio, divulgar o caso publicamente, contudo o governo brasileiro insistiu que o nome do país não fosse revelado na época.

O engenheiro naval pode pegar até 17 anos de prisão, enquanto sua esposa pode passar até três anos presa.