Notícias » Estados Unidos

Estado de Washington oferece baseado em troca por vacinação em campanha

A capital dos Estados Unidos já tem 54% de sua população adulta vacinada, mas recorre a estímulos para promover a imunização

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 09/06/2021, às 10h06

Montagem contendo dose de vacina e baseado de maconha
Montagem contendo dose de vacina e baseado de maconha - Getty Images

Depois de vale-compras e loteria, o estado de Washington, nos Estados Unidos, inovou com a bonificação de adultos pelas campanhas de vacina; de acordo com o portal UOL, as lojas que vendem maconha na região fizeram uma parceria com o governo estadual para oferecer um baseado em troca da aplicação da vacina.

A medida é legal, visto que o uso recreativo da planta é permitido na união federativa desde 2012, e serve para atrair mais pessoas para a vacinação, visto o ritmo desacelerado em relação a outros estados do país — aproximadamente 54% dos adultos receberam ao menos uma dose dos imunizantes disponíveis.

As regras para participar da campanha são as mesmas de uma outra decisão estadual movida no mês de maio, que permitiu uma bebida grátis aos adultos que se vacinarão; a aplicação deve ocorrer em clínicas habilitadas e o prêmio só pode ser resgatado por pessoas com 21 anos ou mais.

Sobre a Covid-19

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, atualmente, o Brasil registra 17 milhões de pessoas infectadas, e as mortes em decorrência da doença já chegam em 477 mil no país.  

Em 1º de dezembro de 2019, o primeiro paciente apresentava sintomas do novo coronavírus em Wuhan, epicentro da doença na China, apontou um estudo publicado na revista científica The Lancet em fevereiro deste ano.  

De lá pra cá, a doença já infectou 174 milhões de pessoas ao redor do mundo, totalizando mais de 3,75 milhões de mortes, sendo mais de 477 mil delas apenas no Brasil, que está no 3º lugar entre os países onde mais pessoas morreram por complicações da Covid-19.