Notícias » Europa

Europa foi lugar mais empoeirado do planeta durante Era do Gelo, aponta estudo

Análises do solo apontaram que o velho continente sofria com tempestades de areia vindas de regiões secas

Wallacy Ferrari Publicado em 08/02/2021, às 12h06

Imagem ilustrativa de vendo empurrando areia
Imagem ilustrativa de vendo empurrando areia - Pixabay

Uma equipe de pesquisadores realizou um estudo sobre os períodos mais frios durante a última Era do Gelo e descobriram que, diferente do que se acreditava anteriormente, a região mais empoeirada do planeta — com maior concentração de areia e terra — era o oeste da Europa, e não a China.

A análise foi publicada na edição deste mês da revista científica Quaternary Science Reviews e foi obtida após averiguações em um município alemão chamado Nussloch, onde foi possível verificar a formação do solo na região sem interferência humana. Com camadas entre loess e paleossolo, foi possível observar a evolução climática ao longo dos séculos.

Autor do estudo realiza escavação em Nussloch / Crédito: Pierre Antoine/Laboratoire de Geographie Physique

 

O loess é a formação que ocorre ao longo dos anos com os sedimentos transportados pelo vento proveniente de regiões secas e sem vegetação, diferente do paleossolo, que por ter se formado a muito tempo com matéria orgânica, já é fixo e abaixo do loess. A análise apontou que, em Nussloch, o loess corresponde a períodos mais frios e proveio do rio Reno, indicando a direção da região arenosa.

O principal autor do estudo, Denis-Didier Rousseau, explicou a importância do método: "Na Europa, os paleossolos estão sendo embutidos nos depósitos eólicos. E quando está considerando isso, você tem de levar em conta a espessura do paleossolo ao avaliar a deposição de poeira. Então, encontramos taxas de acumulação e sedimentação eólica que são muito mais precisas do que eram anteriormente".