Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Beatles

Foto que derruba mito sobre os Beatles vai a leilão

Material acaba com teoria que surgiu após lançamento do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band; entenda!

Fabio Previdelli

por Fabio Previdelli

fprevidelli_colab@caras.com.br

Publicado em 14/08/2023, às 10h17

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Capa do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (1967) - Divulgação/EMI Music
Capa do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (1967) - Divulgação/EMI Music

Considerado um dos álbuns musicais mais lendários da indústria, Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, dos Beatles, foi lançado em 26 de maio de 1967. O disco, porém, também é responsável por criar um mito sobre a banda de Liverpool.

Afinal, após seu lançamento, ocorreu boatos de que Paul McCartney não compareceu às filmagens em Chelsea, sudoeste de Londres, por causa de tensões dentro da banda — e que sua imagem só foi adicionada posteriormente na capa frontal.

+ 5 mitos sobre os Beatles respondidos em documentário

Já a contracapa do álbum só apresenta McCartney de costas, o que aumentou a teoria de que ele não estava presente na sessão. Mas, um item que será leiloado pela Wessex Auction Rooms a partir da próxima sexta-feira, 18, derruba essa falácia.

O fim das teorias

Entre os itens do press pack, produzido pela EMI, está uma foto vívida dos Beatles posando juntos para a capa do Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band. O lote também inclui uma versão alternativa da contracapa, mas com Paul de perfil — o que a casa de leilão diz comprovar definitivamente que ele estava lá.

Esta imagem mostrava o lado de seu rosto que provaria que ele realmente estava lá naquele dia. Fãs dos Beatles de todo o mundo — e há alguns deles — farão fila para dar lances", diz Martin Hughes, da Wessex Auction Rooms.

Segundo o The Guardian, o material foi feito pela EMI em 1984, para promover uma coleção planejada de faixas inéditas — que de fato nunca foi lançada.

Além das imagens, o material também contém um guia de perguntas e respostas para ajudar a equipe da gravadora quando questionada sobre o motivo de não ter lançado a coleção; incluindo pontos complicados, como: "Você não acha que é culpado de explorar/roubar os Beatles lançando faixas que eles nunca pretenderam lançar?".

"Os contrabandistas e falsificadores são culpados de roubar os Beatles, não a EMI, que são os proprietários legais deste material", dizia a resposta.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!