Notícias » Idade Média

Fragmentos de 100 espadas vikings são encontrados na Estônia

Nova descoberta elucida a ocupação viking da região no século 10 e o tipo de arma que era usado na época

André Nogueira Publicado em 03/10/2019, às 11h48 - Atualizado às 11h49

None
Reprodução

Arqueólogos encontraram diversos fragmentos de aproximadamente 100 espadas de origem viking ao norte da Estônia, a maior descoberta do tipo no país. A descoberta ocorreu em dois sítios do condado de Ravala, região costeira estoniana. 

Mauri Kiudsoo, arqueólogo da Universidade de Tallinn, relatou que as peças estavam a 80 metros de profundidade e datam de meados do século 10. São partes de cenotáfios, marcações de sepulturas de homens enterrados em terras distantes. Os costumes funerários da época envolviam o uso de armamentos quebrados no circuito fúnebre de sepultamento.

Kiudsoo ainda destacou que a descoberta é importante por permitir identificar os tipos das espadas que foram utilizadas pelos guerreiros. Os fragmentos encontrados recentemente fizeram partes de armamentos de dois gumes em forma da letra H - um tipo comum entre os vikings

Essa grande descoberta em Ravala foi a primeira prova contundente do uso desses armamentos no território estoniano numa data tão distante quanto o século 10.