Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

França: Agricultores despejam esterco em prédios públicos durante protesto

Como uma forma de manifestação, agricultores franceses despejaram toneladas de esterco na calçada de uma delegacia e na porta de uma prefeitura

Redação Publicado em 31/01/2024, às 19h46

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagens do esterco despejado nos prédios públicos - Reprodução/X/@CouturierCathy
Imagens do esterco despejado nos prédios públicos - Reprodução/X/@CouturierCathy

Na última quarta-feira, 24, agricultores franceses despejaram toneladas de esterco e lixo na porta da prefeitura e de uma delegacia de polícia em Guéret, na região central da França. O ato faz parte de uma onda de reivindicações da categoria por melhores condições de trabalho. 

Com a ajuda de 300 tratores, os manifestantesinundaram a fachada da prefeitura e da delegacia com uma mistura líquida de esterco, que se espalhou pelas ruas da região. Conforme repercutido pelo UOL, com informações da rádio estatal France Bleu, a higienização levou vários dias, pois os dejetos entupiram os bueiros e penetraram nos escritórios do edifício.

Em suas redes sociais, a deputada Catherine Couturier condenou o protesto: “Apesar de apoiar a mobilização dos agricultores em parte de suas reivindicações, manifesto repúdio aos danos causados na cidade de Guéret. Estrume foi despejado em grande quantidade nas janelas e na porta do meu escritório, embora estivesse iluminado, sinalizando a presença da minha equipe e impedindo que eles pudessem sair livremente”.

Revolta agrícola

Nas últimas semanas, os trabalhadores agrícolas expressaram preocupação com a redução da receita, baixas aposentadorias, a complexidade administrativa, as regulamentações ambientais em expansão e a competição internacional. Além de criticarem o acordo estabelecido entre a União Europeia e os países do Mercosul.

Como forma de manifestação, o setor passou a bloquear estradas próximas de Paris e recorrer a protestos, como o mencionado acima. Nos últimos 50 anos, a França diminuiu em 75% seu número de agricultores e pecuaristas, resultando em uma crescente dependência de importações. Atualmente, 60% das frutas consumidas no país são do exterior.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!