Notícias » Arqueologia

Herança em folhas de palmeira: especialistas restauram 1.600 manuscritos na Índia

Com quase 500 páginas cada, os documentos dos séculos 17 ao 19 contam com textos sobre matemática, música clássica e literatura

Pamela Malva Publicado em 26/03/2020, às 14h15

Especialistas restaurando os manuscritos em folhas de palmeira
Especialistas restaurando os manuscritos em folhas de palmeira - Divulgação/T. Appala Naidu

Na Índia, uma equipe de 15 especialistas uniu esforços para restaurar e conservar raros manuscritos antigos. O processo está sendo liderado pelo Departamento de Arqueologia e Museus do Estado (DAM) e deve acabar apenas em abril.

Segundo K. Timma Raju, o diretor assistente do DAM, são 1.600 manuscritos em folhas de palmeira, datados entre os séculos 17 e 19. Bastante sensíveis, as peças estão sendo tratadas com uma mistura de capim-limão e outros produtos químicos.

Ao The Hindu, Raju explicou que os manuscritos já estavam bem conservados, o que facilitou o trabalho. Uma vez restauradas, as peças serão revestidas com um tecido de algodão puro, que deve protegê-las contra futuras pragas.

Cada um dos manuscritos conta com cerca de 500 páginas. Em muitas das obras, os textos trazem informações sobre os campos da matemática, astrologia, música clássica e literatura — tanto em télugo, quanto em sânscrito.