Notícias » Etiópia

Igreja de civilização norte-africana pouco conhecida é encontrada na Etiópia

O antigo reino de Aksum se concentrava ao norte da Etiópia e, por conta dos constantes conflitos no atual país, poucas expedições são realizadas

Caio Tortamano Publicado em 11/12/2019, às 08h00

Arqueólogos escavando igreja soterrada ao norte da Etiópia
Arqueólogos escavando igreja soterrada ao norte da Etiópia - Divulgação: Ioana Dumitru

Foi encontrado ao norte da Etiópia uma igreja soterrada com itens e artefatos tanto cristãos quanto pagãos. A construção pertence ao século 4, e dizem respeito ao antigo reino de Aksum, uma civilização norte-africana pouco conhecida que foi uma das primeiras a se converter ao cristianismo.

Arqueólogos descobriram a igreja construída no estilo romano enquanto escavavam a cidade enterrada de Beta Samati, que fazia parte do reino centralizado em Askum. A cidade foi uma potência regional do período de 80 a.C. até 825, e um parceiro comercial relevante para o Império Romano pela proximidade com o Mar Vermelho.

Por mais desconhecida que seja a civilização Aksum, ela foi tão importante quanto as egípcias e gregas — e etão antiga quanto. Porém, diversos problemas políticos que perduram até hoje no país africano impossibilitam as pesquisas arqueológicas.

Anel dourado com pedra avermelhada em seu centro / Crédito: Divulgação -  Ioana Dumitru

 

A descoberta do sitio arqueológico permitiu que os estudiosos constatassem que o templo existiu durante períodos pagãos, cristãos e no início da era islâmica.

Dentro dele estavam itens como artefatos cristãos, moedas de bronze que confirmavam a idade da pequena basílica, imagens de barro e grandes vasilhas onde era armazenado vinho e azeite.

Denotando a influência pagã no local estavam anéis e ornamentos com cabeças de touros, que provavelmente eram glorificados em Beta Samati. O item mais valioso encontrado levava justamente a imagem do animal, um anel de ouro com a pedra cornalina em seu centro.

Em Aksum encontra-se o que pesquisadores acreditam ser o lendário local da Arca da Aliança, ornamento que teria, supostamente, guardado as tábuas dos dez mandamentos.  A Igreja de Santa Maria de Sião, localizada ao norte da Etiópia, possui uma réplica supostamente idêntica da lendária arca.