Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Redes Sociais

Internautas brincam que Maria Antonieta foi primeira 'cancelada' da História

Uma publicação viral fez a defesa da famosa rainha da França morta na guilhotina

Redação Publicado em 30/06/2022, às 13h57

Retrato de Maria Antonieta (1755-1793) - Wikimedia Commons / Domínio Público
Retrato de Maria Antonieta (1755-1793) - Wikimedia Commons / Domínio Público

Uma publicação bem-humorada feita no Twitter na última terça-feira, 28, defendeu que Maria Antonieta, a rainha que teve a cabeça cortada durante a Revolução Francesa, teria sido a "primeira vítima da cultura do cancelamento". 

O usuário responsável pela postagem, que já havia alcançado mais de 64 mil curtidas na rede social até o fechamento desta notícia, ainda acrescentou que a integrante da realeza francesa do século 18 nem mesmo havia dito a famosa frase "Se não tem pão, que comam brioche". 

Contexto

A declaração, popularmente atribuída à Antonieta, teria sido feita em resposta ao problema da fome enfrentado pela população da França. O mito histórico tornou-se um símbolo do egoísmo das elites de então.

A rainha consorte, todavia, era engajada em atos de caridade, e por vezes expressara preocupação à questão da pobreza, conforme abordado por uma matéria anterior do Aventuras na História, que pode ser conferida clicando aqui

A cultura do cancelamento, por sua vez, é uma expressão recente usada para se referir à frequência com que figuras conhecidas, ao se envolverem em polêmicas, se veem alvo de uma avalanche de críticas nas redes sociais, em uma reação que é por vezes encarada como desproporcional à ação que as gerou. 

Defesa tardia 

Dentre os usuários que decidiram fazer a defesa tardia da rainha guilhotinada da França, um citou os esquecidos atos de caridade de austríaca, assim como o fato de que seu maior escândalo em vida fora uma 'maquinação' feita contra ela: 

Outros afirmaram que ela "inventou" a cultura do cancelamento, e que seria ainda a percursora da estética conhecida como "cottagecore". Confira: 

Por fim, alguns internautas também decidiram especular sobre os artistas musicais que a integrante da realeza ouviria caso vivesse nos dias atuais: